Busca avançada
Ano de início
Entree

Trânsito gastrintestinal, apetite e balanço energético em pacientes gastrectomizados

Processo: 04/10317-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2004
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ricardo Brandt de Oliveira
Beneficiário:Mayra Mayumi Kamiji
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/10107-5 - Desenvolvimento e implantação de novos métodos de estudo da acomodação e da contralidade do estômago. Aplicações em investigações da fisiologia e da fisiopatologia da motilidade (...), AP.PRNX.TEM
Assunto(s):Motilidade gastrointestinal   Peptídeo YY   Apetite   Esvaziamento gástrico   Gastrectomia   Resposta de saciedade

Resumo

A liberação de hormônios gastrintestinais, como grelina e peptídeo YY (PYY) são importantes mediadores de fome e de saciedade. Os níveis de grelina são mais altos no jejum e caem após as refeições, ao contrário dos níveis de PYY, que se comportam de maneira oposta. O estado pós-gastrectomia está freqüentemente associado com desnutrição e a diminuição de ingestão de alimentos parece ser a causa mais importante. Este estudo irá investigar se a liberação dos mediadores gastrintestinais grelina e PYY assim como seus perfis plasmáticos após uma refeição nos gastrectomizados se diferenciam dos apresentados por indivíduos sadios. Além disso, o estudo pretende correlacionar, em gastrectomizados, as concentrações basais e pós-prandiais da grelina e do PYY com o índice de Massa Corporal, com o tempo de trânsito da refeição pelo intestino delgado, com a ingestão alimentar e com o gasto energético basal. Serão incluídos no estudo pacientes adultos de ambos os gêneros, gastrectomizados há pelo menos 6 meses, sem co-morbidades; 10 voluntários assintomáticos, adultos, de qualquer gênero. O gasto energético basal dos indivíduos será determinado por calorimetria indireta. Será realizado teste cintilográfico, durante o qual será coletado sangue para a dosagem de grelina e de PYY. A avaliação dietética será realizada por nutricionista; e os cálculos da ingestão alimentar pelo programa Diet PRO. A grelina e o PYY serão dosados por radioimunoensaio. Testes de Mann-Whitnev e exato de Fisher serão aplicados. (AU)