Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise multirresíduo de pesticidas utilizando fases estacionárias imobilizadas por tratamento térmico

Processo: 04/06594-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2004
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Carol Hollingworth Collins
Beneficiário:Camila Rosa Moraes Vigna
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/13698-6 - Novas fases estacionárias com polímeros imobilizados sobre suportes de sílica e sílicas metalizadas: preparação, propriedades e aplicações, AP.TEM
Assunto(s):Tratamento térmico   Cromatografia líquida de alta eficiência   Extração em fase sólida   Herbicidas   Fases estacionárias

Resumo

Este projeto visa a caracterização e aplicação de fases estacionárias para Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), desenvolvidas pelo Laboratório de Pesquisas em Cromatografia Líquida (LabCrom) do Instituto de Química da Unicamp, na determinação de pesticidas em amostras de água. Para isso, serão utilizadas FE preparadas a partir da imobilização do polímero poli(metiloctilsiloxano) (PMOS) por tratamento térmico acima da superfície de partículas de sílica que, é um tipo de fase estacionária com o suporte modificado com polímero a qual tem sido muito estudada em nosso laboratório, fazendo parte do Projeto Temático FAPESP nº 2000/13698-6. As colunas cromatográficas recheadas com estas fases estacionárias serão utilizadas na separação, identificação e quantificação dos pesticidas com diferentes funcionalidades ácidas, básicas e neutras. As amostras serão preparadas utilizando as técnicas de extração líquido-líquido (ELL) e extração em fase sólida (EFS). Em seguida, será desenvolvida uma metodologia de análise multirresíduo destes pesticidas em amostras de água, validando-o por meio da obtenção das figuras de mérito de exatidão (recuperação), precisão (intra e inter ensaio), linearidade e faixa de aplicação, detectabilidade (limite de detecção e de quantificação), seletividade e robustez. Os resultados obtidos neste projeto permitirão avaliar o potencial das fases estacionárias desenvolvidas no laboratório na análise de amostras reais. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VIGNA, Camila Rosa Moraes. Aplicação de polissiloxanos imobilizados sobre sílica como fase estacionária e como sorvente na determinação de agrotóxicos em água e caldo de cana. 2010. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Química.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.