Busca avançada
Ano de início
Entree

O aporte da matéria orgânica nos sedimentos da margem continental de Cabo Frio (RJ) e Ubatuba (SP): avaliação da origem, quantidade e qualidade da matéria orgânica disponível à cadeia alimentar bêntica

Processo: 04/06369-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2004
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Paulo Yukio Gomes Sumida
Beneficiário:Marcos Yukio Yoshinaga
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Matéria orgânica   Sedimentos   Cadeia alimentar

Resumo

O presente estudo pretende analisar a base da cadeia trófica bêntica, através da quantificação do detrito orgânico, biomassa e atividade microbiana e da identificação da origem e qualidade da matéria orgânica, em resposta a dois regimes de produtividade primária contrastantes na margem continental da costa SE brasileira, Cabo Frio (RJ) e Ubatuba (SP). Espera-se, comparativamente, que a quantidade e origem de matéria orgânica pelagial exportada sejam distintas nas duas áreas, e que essas diferenças sejam refletidas também na qualidade da matéria orgânica sedimentar. Foram realizados cinco cruzeiros oceanográficos (verão e inverno de 2001, verão e primavera de 2002 e verão de 2003) para que se possam testar as seguintes hipóteses: 1. 0 pico sazonal de produtividade fitoplanctônica é refletido pelo aumento na quantidade e qualidade da matéria orgânica no sedimento; 2. O aumento na produtividade pelagial é acompanhado por um acréscimo em biomassa e atividade microbiana no sedimento; 3. A qualidade da matéria orgânica pode influenciar a atividade da microbiota bêntica; 4. A origem da matéria orgânica é diferenciada em função da influência continental, e principalmente da produtividade primária devido ao evento de ressurgência; 5. A quantidade e qualidade de detrito orgânico e a biomassa microbiana no sedimento são maiores em Cabo Frio; 6. Os biomarcadores refletem os processos oceanográficos observados em série temporal de estudos realizada ao largo de Cabo Frio. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
QUINTANA, CINTIA O.; DE MORAES, PAULA C.; YOSHINAGA, MARCOS Y.; WAKEHAM, STUART G.; SUMIDA, PAULO Y. G. Microbial biomass response to different quantities and sources of organic matter in Brazilian coastal sediments. MARINE ECOLOGY-AN EVOLUTIONARY PERSPECTIVE, v. 36, n. 3, p. 766-779, SEP 2015. Citações Web of Science: 2.
YOSHINAGA, MARCOS Y.; SUMIDA, PAULO Y. G.; SILVEIRA, ILSON C. A.; CIOTTI, AUREA M.; GAETA, SALVADOR A.; PACHECO, LUIZ F. C. M.; KOETTKER, ANDREA G. Vertical distribution of benthic invertebrate larvae during an upwelling event along a transect off the tropical Brazilian continental margin. JOURNAL OF MARINE SYSTEMS, v. 79, n. 1-2, p. 124-133, JAN 2010. Citações Web of Science: 14.
YOSHINAGA, MARCOS Y.; SUMIDA, PAULO Y. G.; WAKEHAM, STUART G. Lipid biomarkers in surface sediments from an unusual coastal upwelling area from the SW Atlantic Ocean. Organic Geochemistry, v. 39, n. 10, p. 1385-1399, 2008. Citações Web of Science: 37.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
YOSHINAGA, Marcos Yukio. \"Origem e composição da matéria orgânica e a dinâmica da comunidade microbiana em sedimentos superficiais de ecossistemas marinhos da costa sudeste do Brasil\". 2007. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto Oceanográfico São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.