Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade antiproliferativa e mecanismo de morte celular dos extratos brutos e fracoes ativas de anacardium humile st. hill. (anacardiaceae) e pothomorphe umbellata (l.) miquel (piperaceae).

Processo: 04/11632-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:João Ernesto de Carvalho
Beneficiário:Juliana Lessa Sacoman
Instituição-sede: Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Paulínia , SP, Brasil
Assunto(s):Necrose   Cerrado   DNA   Apoptose   Neoplasias

Resumo

Dados atuais demonstram que as neoplasias são responsáveis pela segunda causa de morte no mundo, superado apenas pelas doenças cardiovasculares. Esses dados indicam que, apesar do grande avanço no tratamento das neoplasias, com a aplicação bem sucedida da quimioterapia em alguns casos, as drogas utilizadas atualmente ainda são muito tóxicas e pouco seletivas para as células tumorais. Buscando novas opções de medicamentos e aproveitando a riqueza florística do país, principalmente do Cerrado, as espécies Anacardium humile St. Hil. e Potomorphe umbellata (L.) Miquel serão submetidas a processamento fitoquímico e seus produtos avaliados em ensaios de atividade antiproliferativa em cultura de células tumorais humanas. Essas espécies foram selecionadas pela utilização de suas partes aéreas para o combate de infecções por bactérias, fungos e vírus na medicina popular brasileira. A espécie que apresentar frações com maior seletividade e menor toxicidade será selecionada para identificação e estudos do mecanismo de ação de suas frações ativas purificadas in vitro. O estudo do mecanismo de ação, através da análise do tipo de morte celular que essas substâncias causam, é importante para ampliar as informações a respeito do assunto. O tipo de morte celular (necrose ou apoptose) induzido por essas substâncias será registrado por observação morfológica em microscopia óptica e pela análise da fragmentação do DNA. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.