Busca avançada
Ano de início
Entree

Raparigas pelas ruas de santana: cotidiano e policiamento de mulheres trabalhadoras (rio de janeiro 1905-1925).

Processo: 04/12705-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Maria Clementina Pereira Cunha
Beneficiário:Lerice de Castro Garzoni
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/05017-1 - Santana e Bexiga: cotidiano e cultura de trabalhadores urbanos em São Paulo e Rio de Janeiro entre 1870 e 1930, AP.TEM
Assunto(s):Vadiagem   Mulheres   República   Rio de Janeiro

Resumo

O projeto pretende estudar os casos de mulheres reincidentemente presas e processadas por "vadiagem", entre os anos de 1905 e 1925, na região de Santana, no Rio de Janeiro. Tem como objetivos destacar os elementos de suas experiências cotidianas possíveis de serem observados nos momentos em que são registradas, assim como as mudanças na forma como são vigiadas, policiadas e processadas ao longo desse período. Visa refletir sobre a chegada de "meretrizes" nos arredores da Praça da República, uma das conseqüências de campanhas "moralizadoras" que visavam expulsá-las do centro da cidade, avaliando se isso altera a forma como as trabalhadoras daquela região relacionavam-se com seus vizinhos e com a polícia, assim como os significados que elas atribuíam às suas próprias ações. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GARZONI, Lerice de Castro. Vagabundas e conhecidas : novos olhares sobre a policia republicana (Rio de Janeiro, inicio seculo XX). 2007. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.