Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações entre a espectroscopia de fluorescência, fotossíntese e severidade do cancro cítrico

Processo: 04/11236-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Lilian Amorim
Beneficiário:Maria Candida de Godoy Gasparoto
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fotossíntese   Cancro (doença de planta)

Resumo

O cancro cítrico é uma das mais importantes doenças dos citros. Por tratar-se de uma doença quarentenária são adotadas medidas de exclusão e erradicação do patógeno. O controle da doença depende da localização dos pomares e plantas infectadas, atividade desenvolvida por equipes de inspetores de cancro cítrico. Considerando o potencial de impacto econômico de uma tecnologia que possa melhorar o processo de detecção desta doença, está em desenvolvimento o projeto "Espectroscopia de Fluorescência de Citros Contaminados com Cancro Cítrico" (FAPESP no 2002/13012-2). Resultados preliminares revelaram perfis espectroscópicos diferentes para tecidos sadios e doentes, e também que estes perfis variam com a espécie vegetal analisada. Desta forma, o objetivo da presente proposta é a identificação de quais são alguns dos fenômenos biológicos envolvidos nas respostas obtidas por tecidos vegetais sadios e com cancro cítrico quando excitados por laser. Plantas cítricas das espécies C. sinensis, C. reticulata e C. limonia serão inoculadas com X. a. pv. citri e terão seus perfis espectroscópicos coletados antes e após a inoculação para a identificação de possíveis correlações com a taxa fotossintética e a severidade da doença. Os dados obtidos serão comparados por análise de variância (teste F) e teste de médias (Tukey, 0,05), pela técnica matemática de Análise de Componentes Principais (PCA), e também na identificação de possíveis correlações entre os parâmetros avaliados e os perfis espectroscópicos obtidos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GASPAROTO, Maria Candida de Godoy. Relações entre espectroscopia de fluorescência, fotossíntese e severidade do cancro cítrico (Xanthomonas axonopodis pv. citri). 2007. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.