Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da quimiosensibilidade de mastocitomas caninos graus I,II e III ao ácido retinóico todo-trans

Processo: 04/11548-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Maria Lucia Zaidan Dagli
Beneficiário:Katia Cristina Pinello
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ácido retinoico   Mastocitoma   Quimioterápicos

Resumo

Tratamentos quimioterápicos desnecessários poderiam ser evitados e drogas potencialmente mais efetivas poderiam ser selecionadas se a quimiosensibilidade individual dos tumores fosse conhecida antes de se iniciar um tratamento. Os mastocitomas são formações cutâneas neoplásicas originadas, principalmente de mastócitos, que acometem principalmente cães. Os resultados da quimioterapia, principalmente para mastocitomas grau III, são pobres e as recidivas são freqüentes. Em vista do mau prognóstico para os mastocitomas grau III mediante a terapia antineoplásica atualmente preconizada, os ensaios de citotoxicidade com antineoplásicos in vitro podem contribuir para o progresso do tratamento deste tumor. A pesquisa de novos agentes quimioterápicos contra o câncer envolve estudos pré-clínicos in vitro. O estudo in vitro da ação dos quimioterápicos requer o desenvolvimento de procedimentos de cultura ideais para as células de mastocitoma canino de graus I, II e III. O ácido retinóico (AR) é um ácido natural derivado da vitamina A (retinol). Os retinóides são capazes de induzir diferenciação, suprimir a proliferação celular e induzir a apoptose. O uso dos retinóides tem grande impacto no tratamento da leucemia promielocítica aguda, no carcinoma de tireóide, na inibição do desenvolvimento in vitro de mastócitos e possui efeitos significativos em células do mieloma de rato. Neste sentido, objetivamos avaliar a sensibilidade do mastocitoma canino de graus I, II e III ao ácido retinóico todo-trans. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINELLO, K. C.; NAGAMINE, M.; SILVA, T. C.; MATSUZAKI, P.; CAETANO, H. V.; TORRES, L. N.; FUKUMASU, H.; AVANZO, J. L.; MATERA, J. M.; DAGLI, M. L. Z. In vitro chemosensitivity of canine mast cell tumors grades II and III to all-trans-retinoic acid (ATRA).. VETERINARY RESEARCH COMMUNICATIONS, v. 33, n. 6, p. 581-588, 2009. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PINELLO, Katia Cristina. Avaliação da quimiosensibilidade de mastocitomas caninos graus I, II e III ao ácido retinóico todo-trans. 2006. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.