Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização farmacológica, bioquímica e imunológica de venenos e toxinas de peixes peçonhentos do Brasil

Processo: 04/07231-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de julho de 2004
Vigência (Término): 30 de junho de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Pesquisador responsável:Monica Valdyrce dos Anjos Lopes Ferreira
Beneficiário:Monica Valdyrce dos Anjos Lopes Ferreira
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/13751-2 - Caracterização farmacológica, bioquímica e imunológica de venenos e toxinas de peixes peçonhentos do Brasil, AP.JP
Assunto(s):Toxinas marinhas   Venenos   Venenos de origem animal   Soros imunes   Peixes venenosos

Resumo

Este projeto tem como principal objetivo o estudo da fisiopatologia dos venenos dos peixes brasileiros que mais causam acidentes: niquins (Thalassophryne nattereri), bagres (Cathrops spixii e Genidens genidens), peixes-escorpião (Scorpaena plumieri e Scorpaena brasiliensis) e arraias (gênero Potamotrygon). Serão caracterizadas as principais atividades tóxicas induzidas pelos venenos e por suas toxinas majoritárias. Também serão determinadas as correlações entre a estrutura e a função de cada toxina. Avaliaremos também os mediadores farmacológicos responsáveis pelas principais atividades biológicas detectadas nos venenos visando a neutralização dos mesmos. Além disso, produziremos antissoros específicos para cada veneno e avaliaremos sua eficácia na neutralização das principais atividades tóxicas detectadas. Através dos antissoros verificaremos a possível reatividade antigênica existente entre os diferentes venenos. Os resultados obtidos serão importantes para o entendimento dos mecanismos de ações envolvidos no envenenamento o que conseqüentemente nos levará ao desenvolvimento de tratamentos mais específicos e adequados. Poderá também resultar em um banco de dados sobre seqüências de toxinas de peixes peçonhentos do Brasil e propiciar o descobrimento de toxinas que representem ferramentas biológicas. Este projeto além de possibilitar a consolidação desta linha de pesquisa implantada no Inst. Butantan, também possibilitará a colaboração efetiva com pesquisadores de outras instituições, bem como a inserção de alunos e a coordenação de um grupo de pesquisa em venenos de peixes. (AU)