Busca avançada
Ano de início
Entree

Caminhos da literatura russa no Século XX: o universo de Ivan Búnin (1870-1953)

Processo: 04/12215-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Elena Vássina
Beneficiário:Marcia Pileggi Vinha
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Teoria literária   Exílio   Literatura russa

Resumo

Deseja-se fazer a tradução e análise de contos escolhidos de Ivan Búnin (1870-1953), cujas características justifiquem porque ele à considerado grande inovador das letras universais, um dos maiores continuadores da lit. clássica russa e mais importante escritor russo do exílio. A análise literária basear-se-á em teóricos clássicos e contemporâneos (Bakhtin; Lotman) para relacionar questões sociais, artísticas e históricas relativas às principais fases de sua vida, aos procedimentos literários e à abordagem de seus temas. Os contos dividem-se em três fases: a) 1891 -1917: início de sua carreira literária e consagração em seu país natal. Sua obra aprofunda-se em questões referentes à individualidade e eternidade, frutos de consecutivas viagens ao oriente, da amizade de Antón Tchékhov e Maksim Górki e de conversas com Lev Tolstói; b) 1917- 1933: o exílio aprimora sua maturidade artística e peculiaridade lingüística que o consagrariam no exterior. Em Paris, retoma as ligações rompidas com simbolistas russos, sem contudo, influenciar-se pela escola. Restabelece o diálogo com a Rússia pré-revolucionária, preservando uma prosa clássico-realista motivada pelo estudo dos clássicos russos e pela nostalgia pátria. Traduzido para diversos idiomas, torna-se o primeiro russo a receber o Nobel de Lit.; c)1933-1950: tendo a Rússia como tema, Búnin dialoga com o mundo ao abordar assuntos eternos, desenvolvendo uma narrativa e procedimentos da prosa do século XX, influenciada inclusive pela linguagem cinematográfica. (AU)