Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura e função das cisteína proteinases intestinais do besouro Tenebrio molitor

Processo: 04/14287-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2005
Vigência (Término): 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Enzimologia
Pesquisador responsável:Walter Ribeiro Terra
Beneficiário:Daniela Beton
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/11938-5 - A digestão nos insetos: uma abordagem molecular, celular, fisiológica e evolutiva, AP.TEM
Assunto(s):Expressão de proteínas   Cisteína proteases   Tenebrio   Besouros

Resumo

O estudo das proteinases digestivas de insetos tem resultado em subsídios para o desenvolvimento de novos métodos de controle de insetos e fornecido modelos para estudo de especificidades enzimáticas. As cisteína proteinases são proteinases que possuem uma cisteína catalítíca e a mais comum nos insetos é a catepsina L (CAL), encontrada em percevejos e alguns besouros. As CALs intestinais de insetos melhor conhecidas são aquelas de T. molitor. No nosso laboratório 5 pró-catepsinas (pCALs) foram clonadas e seqüenciadas a partir de biblioteca de cDNA do intestino médio de T. molitor: pCALIa (com as isoformas pCALIb e pCALIc), pCAL2 e pCAL3. pCALIa é enzima lisossômica cuja seqüência assemelha-se às CALs intestinais de percevejos, enquanto que CAL2 é enzima secretada para o lúmen do intestino de T. molitor e é homóloga à maioria das CALs de besouros. O projeto tem como meta averiguar as diferenças cinéticas e estruturais entre as CALs lisossômicas e as secretáveis intestinais, dentro dos objetivos: (1) expressar a forma ativa CAL2 e CAL3 recombinantes; (2) caracterizar em detalhe a especificidade pelo substrato das 3 CALs; (3) imunolocalizar em tecidos de T. molitor CAL2 e CAL3; (4) estudar por mutação sítio dirigida o subsítio S2 da CAL1a e CAJL2 cujas estruturas deduzidas por seqüência contradizem a sua aparente especificidade; (5) cristalizar e resolver as estruturas 3D das 3 CALs. (AU)