Busca avançada
Ano de início
Entree

Tipificação das aguardentes do Estado de São Paulo utilizando análise multivariada (quimiometria)

Processo: 04/11525-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 30 de setembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Douglas Wagner Franco
Beneficiário:Roni Vicente Reche
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Compostos orgânicos   Compostos inorgânicos   Quimiometria

Resumo

A aguardente brasileira carece de tipificação. Um dos aspectos desta tipificação seria correlacionar a sua composição química com a região de produção. A literatura relata o emprego dos resultados analíticos da fração inorgânica (íons metálicos) e orgânica (compostos fenólicos, alcoóis, aldeídos, ácidos orgânicos, dentre outros), devidamente tratados por análise multivariada, para a caracterização de bebidas e alimentos. É propósito deste trabalho contribuir nesta direção estudando a composição mineral, teores de aldeídos, cetonas, cianeto, sulfato e dimetilsulfeto em amostras de aguardentes. A quimiometria (Análise de Componente Principal (PCA) e Análise Hierárquica de Agrupamentos (HCA)) será utilizada na análise dos resultados analíticos obtidos definindo os discriminantes químicos, a partir dos quais se testará a possibilidade de distinguir geograficamente as aguardentes. Com a finalidade de acomodar a extensão do projeto com o período da bolsa, nos restringiremos às aguardentes produzidas no Estado de São Paulo. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RECHE, Roni Vicente. Aspectos da tipificação da aguardente. 2006. x, 154 f. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Química de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

MÉTODO PARA CLASSIFICAÇÃO DE BEBIDAS DESTILADAS QUANTO A SEU PROCESSO DE DESTILAÇÃO E DISPOSITIVO COMPREENDENDO TAL MÉTODO PI0704923-4 - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP) . Douglas Wagner Franco; Roni Vicente Reche - 28 de setembro de 2007