Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do exercício progressivo em esteira de alta velocidade em equinos da raça Árabe suplementados com vitamina E (di-alfa-tocoferol) sobre o metabolismo oxidativo dos neutrófilos, lipoperoxidação, mieloperoxidase e lesão oxidativa no DNA de leucócitos periféricos e no músculo estriado esquelético

Processo: 04/14373-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2005
Vigência (Término): 31 de março de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Aguemi Kohayagawa
Beneficiário:Veridiana Fernandes da Silveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Malondialdeído   Vitamina E   Equinos   Suplementos alimentares para animais

Resumo

O objetivo deste trabalho é avaliar as alterações do metabolismo oxidativo dos neutrófilos, lipoperoxidação e lesão do DNA dos leucócitos periféricos e das células musculares esfriadas esqueléticas, em equinos atletas com e sem treinamento, suplementados com vitamina E, durante o Teste Padrão de Exercício Progressivo (TPEP) em esteira de alta velocidade e durante o treinamento. Serão formados dois grupos de 10 animais: controle e grupo suplementado com vitamina E. Os equinos sem treinamento serão submetidos a um TPEP na esteira de alta velocidade que consistirá de 5 min. a 1,8 m/s, 3 min. a 4 m/s, 2 min. a 6 m/s e em seguida de 1 min. a 8 m/s, 9 m/s, 10 m/s, 11 m/s e 12 m/s ou até o animal conseguir manter-se em exercício com a esteira inclinada a 7%. Amostras de sangue venoso serão colhidas antes do exercício (MO), durante, a 9m/s (M1) e após (M2), 12 hs (M3), 24 hs (M4), 48 hs (M5), 72 hs (M6), 96 hs (M7) e 120 hs (M8). A biópsia muscular será realizada no MO, M4 e M8. Após o TPEP, os animais serão treinados com um protocolo de: 5 min. a 1,8 m/s, 3 min. a 4 m/s, 2 min. a 6,2 m/s, 1 min. a 8 m/s e a 10 m/s, 2 min. a 3,0 m/s e 1 min. a 1,6 m/s, com a esteira em posição horizontal. Amostras de sangue venoso e biópsia muscular serão colhidas, nos momentos do treinamento (MT): 1a sem. (MT0), 2a sem. (MT1), 3a sem. (MT2) e 4a sem. (MT3). Depois de treinados, os animais serão submetidos novamente ao TPEP com o mesmo protocolo de exercício e colheita de amostras de sangue venoso e biópsia muscular. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.