Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da atividade nervosa simpática periférica e da vasodilatação endotélio-dependente em indivíduos portadores do polimorfismo Glu298Asp da eNOS

Processo: 04/14292-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2005
Vigência (Término): 31 de agosto de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Marta Helena Krieger
Beneficiário:Rodrigo Gonçalves Dias
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Óxido nítrico   Polimorfismo genético   Reatividade cardiovascular   Sistema nervoso simpático

Resumo

O óxido nítrico (NO), um radical livre gasoso com meia vida de 4 a 8 segundos e sintetizado enzimaticamente por uma família de 3 síntases de óxido nítrico (NOS). Estudos têm demonstrado ser o NO um fator crucial em quase todos os sistemas biológicos, modulando o tono vasoconstritor simpático não somente por ação vasodilatadora direta na musculatura lisa, mas também por inibir a transmissão noradrenergica em níveis pré e pós-juncionais. Tanto a biosíntese aumentada quanto diminuída do NO pode conduzir a um quadro de disfunção endotelial e exacerbação nervosa simpática. Uma das formas constitutivas das NOS (cNOS), a óxido nítrico síntase endotelial (eNOS ou NOS III, 7q35-36) está confinada principalmente ao endotélio. Ativada por mecanismos Ca++-dependente e por fosforilação do aminoácido serina1177 pela enzima Akt kinase, a eNOS é susceptível a alterações na seqüência de bases do DNA, e o polimorfismo Glu298Asp parece influenciar a biosíntese do NO. Alterações podem ocorrer na expressão e/ou atividade da enzima, mostrando associação com patologias cardiovasculares como hipertensão arterial e doença arterial coronariana. O objetivo do trabalho é verificar em indivíduos saudáveis que apresentam o polimorfismo Glu298Asp da eNOS o comportamento da descarga espontânea simpática, fluxo sangüíneo e condutância no antebraço, pressão arterial e freqüência cardíaca no repouso e durante manobras fisiológicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Prêmio Jovem Cientista 2012 anuncia ganhadores 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DIAS, RODRIGO G.; ALVES, MARIA-JANIEIRE N. N.; PEREIRA, ALEXANDRE C.; RONDON, MARIA URBANA P. B.; DOS SANTOS, MARCELO R.; KRIEGER, JOSE E.; KRIEGER, MARTA H.; NEGRAO, CARLOS E. Glu298Asp eNOS gene polymorphism causes attenuation in nonexercising muscle vasodilatation. Physiological Genomics, v. 37, n. 2, p. 99-107, APR 2009. Citações Web of Science: 24.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.