Busca avançada
Ano de início
Entree

Medicoes destrutivas e nao-destrutivas em campos eletromagneticos e emaranhamento e separabilidade de sistemas de variaveis continuas.

Processo: 04/13705-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Geral
Pesquisador responsável:Salomon Sylvain Mizrahi
Beneficiário:Alexandre Dodonov
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/15084-5 - Átomos, íons e campos em armadilhas e cavidades, AP.TEM
Assunto(s):Salto quântico   Óptica quântica

Resumo

O projeto de pesquisa é uma continuação do trabalho da pesquisa desenvolvida durante o mestrado do candidato. O projeto abrange duas linhas de trabalho em óptica quântica. A primeira está ligada à teoria da medição destrutiva e não-destrutiva de campos eletromagnéticos por fotocontagem e a segunda aborda medidas de emaranhamento e separabilidade de estados quânticos bipartites. Na primeira linha iremos fazer as modificações necessárias na teoria axiomática de fotodeteção de Srinivas e Davies (Opt. Acta 28, 981 (1981), especificamente na definição da operação de salto quântico, uma vez que em todos os trabalhos da literatura é considerado o limite de tempos iniciais, o que nem sempre é válido. Também iremos pesquisar modificações na dinâmica da teoria de forma a introduzir na mesma a possibilidade de transições não abruptas. Na segunda linha, em continuação ao estudo de dinâmica de separabilidade de estados quânticos de variáveis contínuas, iremos utilizar o coeficiente de separabilidade que chamamos de "negatividade inversa" a outros sistemas, já que até agora esse critério de separabilidade só foi aplicado aos casos particulares de conversão e amplificação paramétricas em campos eletromagnéticos. O sistema que pretendemos estudar consiste de um grande número de osciladores harmônicos acoplados em várias configurações e para diferentes tipos de interação com vizinhos mais próximos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: