Busca avançada
Ano de início
Entree

Problema de Hill em relatividade geral

Processo: 04/14626-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Patricio Anibal Letelier Sotomayor
Beneficiário:Andre Fabiano Steklain
Instituição-sede: Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/11642-6 - Formação e análise de estruturas autogravitantes: problemas numéricos astrofísicos e cosmológicos, AP.TEM
Assunto(s):Relatividade geral   Caos (sistemas dinâmicos)   Corpos celestes

Resumo

O Problema de Hill possui muitas aplicações no estudo da dinâmica de corpos celestes, sejam eles planetas, estrelas ou galáxias. Para se estudar a dinâmica de corpos muito massivos, buracos negros, ou outros casos extremos, é necessária uma abordagem com base na Relatividade Geral. Sabendo-se que o Problema de Hill newtoniano é caótico, espera-se que o sistema relativístico seja mais instável que o sistema original. O objetivo deste projeto é obter equações de Hill relativísticas utilizando-se de métricas pós-newtonianas e, em uma etapa posterior, comparar a sua dinâmica com as dos sistemas newtoniano e pseudo-newtoniano, através de seções de Poincaré, coeficientes de Lyapunov e técnicas de escape fractal, visando constatar as diferenças entre os dois sistemas, quanto às órbitas, sejam estas qualitativas ou quantitativas. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
STEKLAIN, Andre Fabiano. O problema de Hill em relatividade geral. 2009. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.