Busca avançada
Ano de início
Entree

Integracao do tratamento microbiologico com celulas imobilizadas e tecnologias emergentes(processos oxidativos avancados) para o tratamento de efluentes gerados na industria textil.

Processo: 04/15549-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Jose Geraldo da Cruz Pradella
Beneficiário:Ivy dos Santos Oliveira
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena , SP, Brasil
Assunto(s):Células imobilizadas

Resumo

Dentre os fatores que contribuem para a diminuição da qualidade dos recursos hídricos encontram-se os efluentes industriais, esgotos lançados sem tratamento nos corpos d'água. Desta forma, o tratamento de efluentes está se tomando um investimento obrigatório nas indústrias tanto para o cumprimento de legislações ambientais, como também para atender à série IS014000. Atualmente, o avanço da tecnologia para o tratamento de efluentes e resíduos, baseia-se na sustentabilidade ambiental (reuso dos resíduos) e na degradação dos poluentes a substâncias com maior facilidade de degradação natural. Modernamente, a tecnologia aprimorou-se, destacando-se os Processos Oxidativos Avançados (POA's) que têm mostrado grande eficiência no tratamento de rejeitos industriais promovendo a descoloração de efluentes e a descontaminação ambiental. Neste contexto, o presente projeto tem como objetivo estudar a viabilização do tratamento de resíduos gerados na indústria têxtil empregando a integração da engenharia bioquímica e os POA's. Para tanto serão utilizadas células imobilizadas no tratamento microbiológico do efluente em reator de leito fluidizado. O setor têxtil apresenta um especial destaque, devido a seu grande parque industrial instalado gerar grandes volumes de efluentes fortemente coloridos contendo altas cargas de compostos orgânicos, os quais, quando não corretamente tratados, podem causar sérios problemas de contaminação ambiental. (AU)