Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de fotossensibilizadores para terapia fotodinâmica de câncer baseado na funcionalização de nanopartículas com corantes fenotiazínicos

Processo: 03/02078-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2003
Vigência (Término): 30 de setembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica
Pesquisador responsável:Mauricio da Silva Baptista
Beneficiário:Dayane Batista Tada
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/02757-0 - Processos fotoquímicos e fotofísicos no desenvolvimento de novos materiais, AP.TEM
Assunto(s):Azul de metileno   Tioninas   Melanoma   Terapia fotodinâmica   Nanopartículas

Resumo

Em busca de novas moléculas fotoativas que possam ser úteis em Terapia Fotodinâmica (PDT), é proposto neste projeto o desenvolvimento de quatro tipos de nanopartículas funcionalizadas com cromóforos fenotiazinicos: partículas com Azul de Metileno ocluído, sílica mesoporosa, sílica Cab-O-Sil e partículas magnéticas com superfície funcionalizada com Tionina. Espera-se que a imobilização dos cromóforos nas nanopartículas melhore o direcionamento da droga ao tumor e a proteja de interferências do meio externo. Com a finalidade de tornar possível o controle do mecanismo de ação das drogas, será feita a caracterização dos processos fotoquímicos dos cromóforos ligados nas nanopartículas em função das características da superfície e do grau de recobrimento das partículas em soluções isotrópicas e em sistemas biomiméticos. A avaliação do uso destas nanopartículas como drogas para PDT será feita através de estudos farmacocinéticos e fototerapêuticos em camundongos nos quais será induzido o crescimento de tumor do tipo melanoma. Este projeto se insere dentro da evolução da linha de pequisa do grupo, que tem estudado mecanismo de ação de sensibilizadores fenotiazinicos livres em solução de proteínas, em sistemas biomiméticos e em suspensão de mitocôndrias e pretende agora usar este conhecimento para propor fotossensibilizadores mais eficientes para uso em PDT. (AU)