Busca avançada
Ano de início
Entree

Respiração mitocondrial e espécies reativas de oxigênio: papel no envelhecimento

Processo: 05/50054-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2005
Vigência (Término): 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Alicia Juliana Kowaltowski
Beneficiário:Graciele Almeida de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/08514-1 - Metabolismo energético e estresse oxidativo na morte celular, AP.TEM

Resumo

A restrição calórica (RC) é capaz de aumentar a expectativa de vida de diversos organismos. Recentemente, demonstrou-se que RC em S. cerevisiae resulta em aumento do metabolismo oxidativo, com maior atividade respiratória mitocondrial, diminuição da quantidade de H202 gerado por oxigênio consumido e aumento da longevidade cronológica e replicativa. Iremos continuar esses estudos, investigando experimentalmente a ação da RC em leveduras e células de mamíferos, focando principalmente nas conseqüências das modificações de geração de espécies reativas de oxigênio (EROs) mitocondriais e como estas estão associados ao processo de envelhecimento. Também iremos investigar alterações na respiração mitocondrial, geração de EROs e danos celulares associados a uma doença neurodegenerativa que se desenvolve com o envelhecimento em humanos, a esclerose lateral amiotrófica. Esta doença está associada ao ganho de função da Cu ZnSOD (superóxido dismutase), acompanhado por mudanças morfológicas e funcionais em mitocôndrias. Iremos verificar as conseqüências mitocondriais desses mutantes de SOD utilizando S. cerevisiae contendo a proteína humana multada e, possivelmente, ratos transgênicos. (AU)