Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo e caracterização do processo de glutatiolação e deglutatiolação da unidade 20S do proteassoma da levedura Saccharomyces cerevisiae: implicações na regulação do metabolismo redox intracelular e na geração de peptídeos

Processo: 05/50079-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2005
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Marilene Demasi
Beneficiário:Gustavo Monteiro Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Glutarredoxinas   Leveduras   Saccharomyces cerevisiae

Resumo

Este projeto tem por objetivo dar continuidade aos estudos referentes ao processo de glutatiolação da unidade 20S do proteassoma da levedura Saccharomyces cerevisiae. A unidade catalítica do proteassoma, denominada 20S, sofre alteração de atividade pelo processo de glutatiolação de seus resíduos de cisteína. Este processo implica na reação do grupo tiólico dos resíduos de cisteína existentes na unidade 20S com o grupo sulfidrila do redutor intracelular glutationa (GSH). Essas modificações levam à alteração da atividade catalítica do proteassoma. Os mecanismos de glutatiolação, assim como a deglutatiolação enzimática da unidade 20S foram recentemente caracterizados pelo nosso grupo. A hipótese do grupo é de que esse mecanismo teria papel importante nos processos de regulação do metabolismo oxidativo intracelular modificando a resposta celular por intermédio da alteração da atividade proteolítica. Dando continuidade a esses estudos, os objetivos neste projeto de pesquisa serão: (1) investigar o papel dos sistemas tiorredoxina e glutarredoxina na regulação da atividade catalítica do proteassoma pelo processo de deglutatiolação; (2) identificar subunidades do proteassoma 20S que são glutatiolados; (3) verificar as implicações do processo de modulação redox do proteassoma na geração de peptídeos, objetivando estudos posteriores sobre apresentação antigênica em células de mamíferos e as consequências do metabolismo oxidativo na resposta imune. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Científicos descubren un mecanismo de respuesta celular al estrés oxidativo 
New mechanism of cellular response to oxidative stress discovered  
Mecanismo de resposta celular ao estresse oxidativo é descoberto 
Mecanismo de resposta celular ao estresse oxidativo é descoberto 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (1 total):
UOL: Cientistas em fuga (08/Set/2020)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.