Busca avançada
Ano de início
Entree


Fertilidade e frações de fósforo em solos sob povoamentos monoespecíficos e mistos de Eucalyptus e Acacia mangium

Texto completo
Autor(es):
Tiago de Oliveira Godinho
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Piracicaba.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Data de defesa:
Membros da banca:
José Leonardo de Moraes Gonçalves; Eric Victor de Oliveira Ferreira; Antonio Carlos Gama-Rodrigues; Takashi Muraoka; Paulo Sergio Pavinato
Orientador: José Leonardo de Moraes Gonçalves
Resumo

O plantio consorciado com leguminosas arbóreas fixadoras de nitrogênio (N) pode incrementar a produtividade das árvores de eucalipto. A dinâmica do fósforo (P) em ecossistemas naturais e manejados é estabelecida, em grande parte, pelas interações do nutriente com as fases inorgânica e orgânica no solo e com os microrganismos. Portanto, pesquisas detalhadas sobre a dinâmica e a disponibilidade do P requerem a separação e a identificação das diferentes frações do nutriente no solo. A razão teórica do uso de plantios consorciados com leguminosas é propiciar maiores teores de N e P, em decorrência da maior qualidade e diversidade vegetal. Isso permitiria o incremento nos teores de carbono total (Ct), nitrogênio total (Nt), P e uma menor relação C/N e C/P, favorecendo a rápida ciclagem dos nutrientes e, consequentemente, o melhor desenvolvimento do eucalipto. Com o intuito de esclarecer o efeito dos plantios mistos na modificação da fertilidade e das frações de P no solo, este estudo integra os seguintes objetivos: i) avaliar a fertilidade do solo; ii) avaliar as frações de P no solo; iii) determinar as relações entre as frações de P no solo e atributos físicos e químicos do solo; iv) compreender o efeito da fertilidade e das modificações das frações do P no solo, na produtividade dos plantios. O estudo foi realizado em quatro áreas experimentais, localizadas nos municípios de Itatinga, Bofete e Luiz Antônio/SP, e em Santana do Paraíso/MG. Foi avaliada a produtividade dos povoamentos puros de eucalipto ou acácia e o misto entre as duas espécies e os solos sob esses tratamentos. Foram coletadas amostras de solo em duas profundidades (0 - 5 e 5 - 10 cm), sendo determinados os teores de macro, micronutrientes, Ct, Nt, as frações de P e a granulometria. O curto período de consórcio entre as espécies não permitiu verificar se houve tendência no incremento dos teores dos nutrientes e nas frações de P. No entanto, para os plantios que estavam na segunda rotação de cultivo sob os mesmos tratamentos, as diferenças foram maiores, indicando que, com os anos de cultivo consorciados este acréscimo dos teores dos nutrientes e nas frações de P possam ser mais significativos. A percentagem de P orgânico (Po) em relação ao P total do solo variou entre 16 e 36%, desconsiderando o P residual, a percentagem de Po, variou entre 22 e 60%. Correlações significativas e positivas foram encontradas entre os atributos e as frações de P no solo, com a produtividade das culturas. Esses resultados indicam melhor manutenção nutricional nos plantios que contém a A. mangium (Acácia e Misto), pela capacidade de melhorar a fertilidade do solo e, ainda, aumentar a diversidade das culturas. A não correlação do crescimento da A. mangium com as frações lábeis de P e a correlação positiva de seu crescimento com as frações moderadamente lábeis e não lábeis sugerem que a espécie é capaz de absorver o P oriundo de frações não prontamente disponíveis. O eucalipto teve alta competição com a A. mangium nos plantios mistos, principalmente nas áreas experimentais de clima mais ameno (Itatinga, Bofete e Luiz Antônio), acarretando em menor crescimento da A. mangium. (AU)

Processo FAPESP: 11/20996-8 - Frações de fósforo em povoamentos monoespecíficos e mistos de Eucalyptus grandis e Acacia mangium
Beneficiário:Tiago de Oliveira Godinho
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado