Busca avançada
Ano de início
Entree


Determinação de parametros cineticos e termodinamicos para a cristalização de proteinas a partir da dissolução e do tempo de indução

Autor(es):
Andre Bernardo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia Quimica
Data de defesa:
Membros da banca:
Carlos Eduardo Calmanovici; Cesar Costapinto Santana; Marco Giulietti
Orientador: Everson Alves Miranda
Resumo

A cristalização de proteínas tem sido tradicionalmente aplicada como uma técnica de apoio a estudos cristalográficos, sendo referida muitas vezes como uma arte mais do que uma ciência. A cristalização como uma operação de recuperação e purificação de bioprodutos (RPB) tem sido sub-utilizada devido principalmente à carência de parâmetros cinéticos e termo dinâmicos que auxiliem no projeto adequado de processos industriais. Neste contexto, o tempo de indução, definido como o tempo transcorrido desde o estabelecimento da supersaturação até a formação e crescimento a um tamanho detectável dos núcleos, medido em diferentes níveis de supersaturação e temperatura, é um parâmetro relativamente fácil de se obter e permite a inferência da cinética de nucleação e da tensão interfacial. O presente trabalho apresenta medidas do tempo de indução pela variação da absorbância no comprimento de onda de 320 nm da insulina suína e da lisozima de clara de ovo de galinha, os resultados de ensaios de dissolução dessas proteínas em diferentes níveis de pH e temperatura, a partir dos quais foram determinados a solubilidade e o calor de dissolução Os ensaios de medida do tempo de indução em diferentes concentrações permitiram inferir a influência do pH na cinética de nucleação e na tensão interfacial. Dos ensaios de dissolução, pôde-se observar a existência de polimorfismo nas proteínas estudadas - confirmado por análises de raios- X - e que a insulina tem solubilidade retrógrada. Também, a partir desses resultados, foi possível estimar a cinética de crescimento da insulina. Das medidas de tempo de indução, observou-se que as interações eletrostáticas são preponderantes na nucleação de proteínas e que a resistência à nucleação diminui exponencialmente com o aumento da carga superficial das proteínas (AU)

Processo FAPESP: 00/05090-8 - Determinação de parâmetros cinéticos e termodinâmica da nucleação de proteínas a partir do tempo de indução
Beneficiário:André Bernardo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado