Busca avançada
Ano de início
Entree


Modelagem matemática, operação e scheduling ótimos de sistemas reativos dinâmicos

Autor(es):
Joly, Marcel
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo. [2004]. xv,620 f., gráficos, ilustrações, tabelas.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola Politécnica
Data de defesa:
Orientador: Pinto, José Maurício
Área do conhecimento: Engenharias - Engenharia Química
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca Central da Escola Politécnica; EPBC/FT-1974; Universidade de São Paulo. Escola Politécnica. Biblioteca de Engenharia Química; EPQI/FT-1974
Resumo

A presente tese endereça modelagem matemática, operação e scheduling ótimos de sistemas reativos dinâmicos e está estruturada em duas partes. A Parte I defere atenção à fundamentação teórica ao problema de controle ótimo e discute metodologias de solução numérica para esta classe de problemas. Aplicações típicas no contexto da Indústria de Processos Químicos, com especial atenção sobre polimerização de nylon-6,6 em batelada conduzida em reator do tipo autoclave, são aqui apresentadas, discutidas e resolvidas. Subseqüente à discussão introdutória, a Parte II concerne ao complexo e importante problema do gerenciamento dinâmico da infecção associada ao vírus da imunodeficiência humana do tipo 1 (HIV-1) subtipo B via quimioterapia convencional. Aqui, imunologia humana e patogênese do HIV-1 são desenvolvidas em nível de biologia celular e molecular com vistas à formulação de modelos matemáticos determinísticos de otimização dinâmica com base fenomenológica capazes de simular a complexa interação entre o HIV-1 e o sistema imune durante o curso de infecção e progressão à AIDS clínica incorporando, ainda, a dinâmica da variabilidade genética da região pol do retrovírus ao longo do referido período como função das pressões seletivas oriundas de quimioterapia anti-retroviral. Por fim, metodologias de solução computacional para os modelos de otimização dinâmica discreta-contínua produzidos na etapa prévia do estudo são propostas, implementadas e avaliadas sobre dados clínicos de nove pacientes. O produto final da pesquisa consiste de um procedimento sistemático capaz de definir a estratégia ótima indivíduo-específica da terapia anti-HIV-1 (seleção, seqüenciamento e posologia da quimioterapia a ser administrada ao longo do horizonte de planejamento) como função da genotipagem retroviral (teste de genotipagem) do indivíduo infectado. Dentre os benefícios potenciais oriundos de tal automação, cita-se a maximização do período de viabilidade imunológica do paciente, a minimização dos efeitos colaterais associados ao tratamento e a minimização do expressivo custo da terapia anti-retroviral. Tais benefícios são obtidos pelo gerenciamento dinâmico no tempo da composição do esquema anti-retroviral potente (HAART) em resposta e em antecipação à emergência de variantes resistentes ao tratamento. (AU)

Processo FAPESP: 99/09897-4 - Metodologias para a operação de Scheduling ótimos de sistemas reativos em batelada
Beneficiário:Marcel Joly
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado