Busca avançada
Ano de início
Entree


Remoção de Giardia e Cryptosporidium, ocorrência de microsporídios e caracterização da microfauna de um sistema combinado de tratamento de esgoto

Texto completo
Autor(es):
Sandra Yamashiro
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia
Data de defesa:
Resumo

Os protozoários patogênicos Giardia spp. e Cryptosporidium spp. têm causado inúmeros surtos epidêmicos devido ao consumo de água contaminada com esgoto contendo cistos e oocistos. A microfauna presente no líquido intersticial do reator aeróbio é capaz de fornecer informações sobre o desempenho do sistema de tratamento e da qualidade do efluente tratado. No Brasil, há poucos estudos que avaliam a remoção desses parasitos pelos sistemas combinados de tratamento e caracterizam a microfauna presente no Biofiltro Aerado Submerso. Tendo em vista essa situação, foram avaliadas amostras de esgoto, efluentes, biofilme e lodo provenientes de um sistema compreendendo Filtro Anaeróbio seguido de Biofiltro Aerado Submerso que trata esgoto sanitário que recebe efluente hospitalar oriundo da área da saúde da Universidade Estadual de Campinas. Cistos e oocistos foram recuperados dessas amostras pelo método de centrífugo-concentração e filtração em membranas. A caracterização da microfauna do líquido intersticial de quatro pontos do BAS foi realizada pelos métodos quantitativos, morfológicos e molecular. Das 144 amostras analisadas de esgoto bruto e efluentes, 22,2% foram positivas para Giardia spp., enquanto que Cryptosporidium apresentou positividade de 6,2%. Nas amostras de diferentes pontos colhidos da biomassa imobilizada, o número total por litro de Giardia spp. foi de 98.000 e somente um ponto apresentou positividade para Cryptosporidium spp. sendo registrados 30.000 oocistos/L. Já nas amostras de lodo, foi encontrado um número médio de 7.800 cistos/L. Quanto à remoção de Giardia spp. pelo sistema, obteve-se valor médio de 92,9%. Os grupos genéticos de Giardia spp. detectados foram C e BIV oriundos do esgoto bruto e AII oriundo do efluente tratado. Não foi possível calcular o valor de remoção de Cryptosporidium pelo sistema. Nas amostras de líquido intersticial do BAS foram registrados um total de 20 espécies de protozoários ciliados, flagelados, amebas e micrometazoários. Dentre os protozoários ciliados foram encontradas 13 espécies: Metopus laminarius, Cyclidium glaucoma, Tetrahymena pyriformis complexo, Paramecium aurelia, Aspidisca cicada, Acineria uncinata, Sterkiella tetracirrata, Trochilliopsis australis, Vorticella convalaria, Vorticella infusionum, Opercularia coarctata, Spathidium seppelti foissneri e Podophrya fixa. As abundâncias de bacterívoros rastejantes, bacterívoros sésseis, carnívoros livre-natantes, carnívoros sésseis, amebas entre os pontos amostrados foram significativamente diferentes. A maioria das espécies apresentou correlação com as variáveis envolvidas no processo de remoção de nitrogênio. Na análise filogenética, S.tetracirrata obteve alinhamento 100% semelhante com a espécie descrita na Índia, S. seppelti foissneri agrupou-se com a espécie descrita originalmente com alto valor de suporte de 91%, M. laminarius apresentou alto valor de suporte (100%) com a espécie descrita por Kahl (1927). Os ciliados Sterkiella tetracirrata e Vorticella spp. apresentaram potencial de predação sobre cistos de Giardia spp. O presente estudo ressalta a importância do tratamento de esgotos sanitários para a saúde pública, pois albergam uma grande diversidade de organismos patogênicos, reduzindo o impacto dos efluentes gerados no meio ambiente. Além disso, a microfauna se mostrou uma importante ferramenta de avaliação do desempenho do sistema de tratamento (AU)

Processo FAPESP: 11/21878-9 - Filtro anaeróbio seguido de biofiltro aerado submerso: produção de biomassa, desnitrificação e remoção de patógenos
Beneficiário:Edson Aparecido Abdul Nour
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular