Busca avançada
Ano de início
Entree


Pressurized fluid extraction of bioactive compounds = polyphenols and thiosulfinates = Extração com fluidos pressurizados de compostos bioativos: polifenóis e tiosulfinatos

Texto completo
Autor(es):
Angela Maria Farias Campomanes Duarte
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos
Data de defesa:
Orientador: Maria Angela de Almeida Meireles Petenate
Resumo

Nos últimos anos, resíduos do processamento de alimentos vêm sendo considerados e utilizados como fontes de baixo custo para a obtenção de compostos bioativos. Os compostos bioativos, entre eles os polifenóis e tiosulfinatos, são encontrados em pequenas concentrações nas plantas e são utilizados na indústria de alimentos, cosmética e farmacêutica já que acrescentam propriedades sensoriais e farmacológicas interessantes aos produtos onde são aplicados. A grande incidência de doenças degenerativas e a crescente exigência de qualidade dos extratos estão promovendo o desenvolvimento de tecnologias que visem a obtenção mais eficiente e sustentável de extratos vegetais. Os processos de extração que utilizam fluidos pressurizados como solvente de extração (Extração com Líquido Pressurizado - PLE e Extração com Fluido Supercrítico - SFE) têm se mostrado mais eficientes, respeitosos ao meio ambiente e economicamente viáveis quando comparados aos métodos convencionais. Nesse contexto, este tese visou estudar a obtenção de polifenóis e tiosulfinatos a partir de sabugo e grãos do milho roxo (Zea mays L.), semente de piquiá (Caryocar villosum), semente de açai (Euterpe precatória) e alho (Allium sativum L.) via PLE, e casca de abiú (Pouteria caimito) via SFE, utilizando como solventes de extração etanol pressurizado e dióxido de carbono supercrítico nos processos PLE e SFE, respectivamente. Inicialmente foi feita uma revisão bibliográfica sobre os fundamentos da PLE e SFE e sua aplicação na obtenção de polifenóis e tiosulfinatos. Na sequencia, a etapa de extração foi realizada e os efeitos das variáveis de extração sobre o rendimento e composição dos extratos foram avaliados. Em seguida, a viabilidade econômica do processo PLE na obtenção de compostos bioativos foi avaliada utilizando o simulador SuperPro Designer 8.5 ®. O processo PLE mostrou-se um processo eficiente na obtenção de polifenóis e tiosulfinatos uma vez que extratos altamente concentrados foram obtidos utilizando temperaturas e pressões moderadas, curtos períodos de extração e baixo consumo de etanol. Por outro lado, SFE de casca de abiu produz extratos com baixo potencial bioativo e com presença de polímeros. Assim, a SFE pode ser usada como pré-tratamento para melhorar a extração de compostos bioativos a partir de cascas de abiu através do uso de outras técnicas como PLE. Através da análise econômica, o processo PLE mostrou-se um processo economicamente viável para a obtenção de compostos bioativos a partir de sabugo e grãos de milho roxo (AU)

Processo FAPESP: 12/10685-8 - Combinação/acoplamento de processos para a produção e encapsulamento de extratos vegetais de alto valor agregado: avaliação técnica e econômica
Beneficiário:Maria Angela de Almeida Meireles Petenate
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular