Busca avançada
Ano de início
Entree


La Toma = minería ancestral de oro y configuración territorial en una comunidad afrodescendiente del norte del Cauca, Colombia = La Toma: mineração ancestral de ouro e configuração territorial em uma comunidade afrodescendente do norte do Cauca, Colômbia

Texto completo
Autor(es):
Germán Andrés Moriones Polanía
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Data de defesa:
Orientador: José Mauricio Paiva Andion Arruti
Resumo

A pesquisa apresentada tem como objetivo estudar a produção social e gestão local do território a partir da prática da mineração ancestral de ouro que se faz em uma comunidade afrodescendente do município de Suárez, localizada ao norte do departamento do Cauca, Colômbia. O estudo foi realizado especificamente na Vereda La Toma, num momento em que a população dessa localidade se encontra numa disputa territorial surgida a partir da concessão dum título mineiro outorgado pelo estado colombiano nos prédios desta localidade, para uma pessoa externa ligada com uma empresa multinacional que pretende explorar as riquezas auríferas dessas terras. Tendo em conta os estudos antropológicos referentes á organização social e territorial que permitiram a "invenção" do negro na Colômbia, além dos fatores que fraguaram as condições para que o reconhecimento das comunidades negras como sujeito social e político fosse possível, se pretende analisar a dinâmica territorial da comunidade de La Toma desde as práticas de gestão tradicionais, nos focando na prática dum tipo de mineração ancestral de ouro que se faz localmente, finalizando com algumas considerações sobre as estratégias de resistência frente ao conflito recentemente instaurado (AU)

Processo FAPESP: 14/17335-8 - Ressignificação territorial e mineração do século XXI: estudo de caso em uma comunidade afrocolombiana do Norte do Cauca, Colômbia
Beneficiário:Germán Andrés Moriones Polanía
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado