Busca avançada
Ano de início
Entree


A pedra que ronca no meio do mar : baianidade, silêncio e experiência racial na obra de Dorival Caymmi

Texto completo
Autor(es):
Vitor Aquino de Queiroz D´Avila Teixeira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Data de defesa:
Resumo

Dorival Caymmi, cantor e baiano, conseguiu obter e manter um sucesso notável ao longo de uma carreira de setenta anos. Esta tese, escrita na interseção entre a Antropologia Social, a Etnomusicologia e a História Social, procura refletir sobre este êxito à luz da negociação de identidades locais/nacionais e das transformações que teriam ocorrido no âmbito das experiências raciais no Brasil do século XX. O trabalho conta com três capítulos dedicados, respectivamente, à trajetória biográfica de Caymmi, a uma discussão sobre o gênero autoral das canções praieiras e à análise de sua obra musical. O foco da análise é progressivamente ampliado durante a tese partindo, basicamente, do cotidiano deste artista e chegando, nas suas últimas páginas, à considerações de caráter mais geral (AU)

Processo FAPESP: 12/22714-2 - Branco mulato, preto doutor: negritude, baianidade e autoimagem na obra tardia de Dorival Caymmi (1968-2008)
Beneficiário:Vítor Aquino de Queiroz Davila Teixeira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado