Busca avançada
Ano de início
Entree


Funâmbulo : o artista antropófago na corda bamba = Funâmbulo: the anthropophagous artist on the tightrope

Texto completo
Autor(es):
Beatriz Azevedo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes
Data de defesa:
Orientador: Renato Ferracini
Resumo

Essa tese tem como foco central a questão da "travessia" - do percurso, da metamorfose, do fluxo, da transmutação - inerente ao processo de criação e atuação. O estudo articula as proposições dirigidas ao artista da cena, contidas no texto Le Funambule de Jean Genet (em minha tradução direta do francês para o português), com os pressupostos filosóficos da Antropofagia, tanto a ritual, praticada pelos ameríndios, como a cultural, formulada por Oswald de Andrade. Partindo do meu estudo aprofundado sobre o Manifesto Antropófago, publicado no livro Antropofagia Palimpsesto Selvagem, com prefácio de Eduardo Viveiros de Castro (Cosac Naify, SP, 2016), desenvolvo nesta tese, entre outros, um ensaio sobre a peça teatral O rei da vela, procurando revela-la enquanto versão "em negativo" do Manifesto Antropófago. Expondo a concepção do autor sobre aquilo que chamou de "baixa antropofagia", diferencio categoricamente a Antropofagia (em sentido ritual como economia simbólica da alteridade), do Canibalismo (em sentido de degradação e exploração capitalista). Funâmbulo, antropófago, macunaíma e xamã aparecem enquanto personagens conceituais, não em busca de uma identidade que os aproxime, mas ao contrário, investindo na riqueza de suas diferenças e na criação de novos sentidos. Em meu trabalho relaciono o aspecto filosófico da travessia do funâmbulo com o percurso ritual do antropófago, na clave do perspectivismo ameríndio e do xamanismo, enquanto potencializadores da atuação do performer ¿ artista na corda bamba entre "eu" e o "outro", agenciando sentidos e devorando multiplicidades, sempre lutando pela liberdade de ir e devir (AU)

Processo FAPESP: 14/03246-3 - Funâmbulo: o artista antropófago na corda bamba
Beneficiário:Ana Beatriz Sampaio Soares de Azevedo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado