Busca avançada
Ano de início
Entree


Experimentação remota como suporte no ensino e aprendizagem de ciências e biologia : Remote experiment as a support in science and biology education and learning

Texto completo
Autor(es):
Faria, Rafael César Bolleli
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Física Gleb Wataghin
Data de defesa:
Orientador: Eduardo Galembeck
Resumo

Várias pesquisas ressaltam a importância da experimentação para o processo ensino-aprendizagem de Ciências. Um problema que dificulta a aplicação da experimentação e das atividades práticas, principalmente nas escolas públicas, é o sucateamento dos recursos. Das poucas instituições públicas que têm esta infraestrutura, os equipamentos estão ultrapassados em geral, e já não atendem a demanda dos alunos, em números, disponibilidade de reagentes e como também em equipe técnica para suporte. Entretanto, cerca de 90% das escolas públicas brasileiras (INEP) dispõem de conexão à Internet. Diante deste cenário do baixo número de escolas contempladas com laboratórios para práticas nas áreas das Ciências e disponibilidade de Instituições de Ensino com acesso a Internet, surge a oportunidade da criação e utilização de laboratórios que permitam o acesso remoto para controle de experiências práticas através da Internet. O acesso remoto pode representar um modo fácil de disponibilizar a interação com experimentos reais e promover situações que propiciem à Alfabetização Científica. Dessa maneira, buscamos responder a pergunta: "Quais são os limites e as possibilidades dos experimentos remotos desenvolvidos para fornecer suporte ao ensino e aprendizagem de Ciências e Biologia?" A partir da questão de pesquisa exposta, utilizamos para o processo de desenvolvimento dos experimentos remotos as quatro fases da metodologia de desing. Além de desenvolver os experimentos e a comunicação destes experimentos com os usuários, utilizamos as vivências dos alunos e professores de Biologia do IFSULDEMINAS - Campus Inconfidentes para analisar a usabilidade por meio da escala de concordância de cinco pontos elaborada por Likert. A principal contribuição do trabalho está no desenvolvimento dos experimentos remotos de Ciências e Biologia, os experimentos foram de caráter - ilustrativos, descritivos e investigativos, todos disponíveis em tempo real, permitindo a visualização de dados, gráficos, tabelas e medidores, além de imagens. Os experimentos criados foram: Estação Climática, Microscópios e Lupas Eletrônicas, Terrário, Aquário e Fotossíntese, todos estão disponíveis online e livre para ser acessados. Os experimentos classificados como investigativos proporcionaram a presença de indicadores de Alfabetização Científica mais complexos, tanto na presença, quanto em quantidade. Verificamos pelas respostas dos alunos, uma excelente aceitação dessa inovação pedagógica, acima de 90%. Opinião confirmada por professores de Biologia do Campus. Para 89% dos alunos, o uso do experimento remoto proporcionou um ganho no aprendizado. As limitações encontradas na utilização dos experimentos remotos desenvolvidos no LTE, estão na disponibilidade de acesso à internet para os alunos nas Escolas públicas de MG, como também na manutenção cotidiana dos experimentos. O Google Analytics, registrou mais de 4 mil acessos de 579 usuários, sendo alunos, professores, pesquisadores, pessoas de um forma geral, que interessaram-se na oportunidade de manipular e investivar experimentos reais do LTE - UNICAMP. Os experimentos remotos desenvolvidos e disponibilizados mostram potencial para serem utilizados como meio de disseminar a prática experimental de conteúdos biológicos entre alunos e professores que não dispõem de laboratórios (AU)

Processo FAPESP: 16/05243-7 - Projeto Animálculo: investigando a biodiversidade microscópica
Beneficiário:Eduardo Galembeck
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular