Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação da aterosclerose carotídea através de ultra-sonografia e ressonância magnética

Autor(es):
Souza, Lara Vilela de
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo. [2004]. 126 f., gráficos, ilustrações, tabelas.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina
Data de defesa:
Orientador: Castro, Cláudio Campi de
Área do conhecimento: Ciências da Saúde - Medicina
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca Central da Faculdade de Medicina; W4.BD8; S716a
Resumo

Objetivou-se a identificação de ateromas carotídeos em 50 pacientes coronariopatas comprovados por cateterismo cardíaco. Utilizamos a ultra-sonografia modo B em escala de cinza associado também a fluxo Doppler colorido e a ressonância magnética (RM) com seqüências ponderadas em 3D TOF, T1 e T2 ("black-blood e "fat sat black-blood"). Houve alta incidência de aterosclerose carotídea onde o grau leve de estenose foi prevalecente. Não houve correlação entre os tipos de ecogenicidade das placas visualizadas através de USG com as alterações de intensidade de sinal pela RM. A qualidade de imagens dos exames de RM foi considerada ótima. Notou-se ótima reprodutibilidade inter-observador. (AU)

Processo FAPESP: 00/01038-1 - Estudo prospectivo em ressonância magnética: técnica difusão/perfusão em pacientes com infarto cerebral isquêmico na fase hiperaguda e aguda
Beneficiário:Lara Vilela de Souza
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado