Busca avançada
Ano de início
Entree


Aspectos da biologia e ecomorfologia dos peixes de um riacho da bacia do Rio Mogi-Guaçu, SP

Autor(es):
Ferreira, Katiane Mara
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Ribeirão Preto. [2002]. 139 f., gráficos, ilustrações, tabelas.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Castro, Ricardo Macedo Corrêa e; Sabino, José; Casatti, Lilian
Orientador: Castro, Ricardo Macedo Corrêa e
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Zoologia
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca Central do Campus de Ribeirão Preto
Resumo

O córrego Paulicéia é um afluente direto do Rio Mogi-Guaçu, está situado no município de Santa Rita do Passa Quatro, Estado de São Paulo correndo dentro de um gradiente de fisionomias de cerrado e formações associadas. O estudo de aspectos da biologia e ecomorfologia de seus peixes foi realizado em três trechos de seu curso, aqui denominados de montante, médio e jusante. Durante o mesmo, foram coletadas 15 espécies de peixes pertencentes a cinco ordens e nove famílias num total de 720 indivíduos e 1.369 g de biomassa. Os fatores ambientais de maior importância na ocorrência e distribuição dos peixes no córrego Paulicéia foram: o tipo de substrato, a velocidade da corrente, e a presença ou ausência de vegetação ripária submersa. A análise de 340 estômagos, pertencentes à 13 espécies, mostrou que 65% dos ítens alimentares ingeridos são autóctones, 32% alóctones e 3% material de origem desconhecida. Quatro guildas alimentares puderam ser definidas com base nos ítens alimentares predominantes: onívoros -Astyanax scabripinnis, Astyanax fasciatus e Piabina argentea; larvófagos - Corydoras sp. n., Cetopsorhamdia iheringi, Phenacorhamdia tenebrosa, Characidium gomesi, Eigenmannia virescens e Rhamdia quelen; algívoros -Hisonotus sp., Hypostomus ancistroides e Synbranchus marmoratus; e piscívoros- Hoplias malabaricus. O principal período reprodutivo para a maioria das espécies do córrego Paulicéia corresponde à estação chuvosa. Três grupos ecomorfológicos foram estabelecidos de acordo com a sua natação, alimentação e micro- hábitat ocupado: nectônicos: A. fasciatus, A. scabripinnis, Bryconamericus stramineus, P. argentea, H. malabaricus e Phallotorynus jacundus; bentônicos: C. gomesi, P. tenebrosa, C. iheringi, R. quelen, Corydoras sp. n., H. ancistroides e Hisonotus sp., e nectobentônicos: E. uirescens e S. marmoratus. (AU)

Processo FAPESP: 00/01918-1 - Aspectos da biologia de uma comunidade de peixes de riacho da Bacia do Rio Mogi-Guaçu-SP: dieta, reprodução e ecomorfologia
Beneficiário:Katiane Mara Ferreira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado