Busca avançada
Ano de início
Entree


Exposição perinatal à picrotoxina em doses subconvulsivantes: repercussão tardia em parâmetros reprodutivos e farmacológicos em ratos machos

Autor(es):
Yasuhara, Fabiana
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Botucatu. [2002]. 68 f., gráficos, tabelas.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Instituto de Biociências
Data de defesa:
Orientador: Pereira, Oduvaldo Câmara Marques
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Farmacologia
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos Athena
Localização: Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Medicina, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia e Instituto de Biociências. Biblioteca do Campus de Botucatu ; T 5447
Resumo

Nos mamíferos, após a diferenciação das gônadas, ocorre um fenômeno denominado diferenciação sexual hipotalâmica, mediado por hormônios gonadais, durante um período restrito do desenvolvimento. Antes do período de diferenciação, o hipotálamo dos mamíferos está organizado intrinsecamente como do tipo feminino, determinando na vida adulta o comportamento sexual típico de fêmea e a secreção cíclica de gonadotrofinas. Porém, durante o período perinatal, o hipotálamo dos machos precisa ser masculinizado para que ocorra o comportamento sexual tipicamente masculino e apareça o padrão tônico de gonadotrofinas na vida adulta. Considerando-se o uso eventual, crônico ou mesmo a exposição ocupacional a diversas drogas que possam agir como desreguladores endócrinos, levando a efeitos tardios sobre o sistema reprodutor dos descendentes, objetivou-se estudar as possíveis alterações tardias em ratos machos, conseqüentes à interferência da picrotoxina (droga antagonista GABAérgica) sobre o sistema GABAérgico central e/ou ao nível aumentado de corticóides no período perinatal, através de parâmetros reprodutivos e da resposta farmacológica da vesícula seminal a drogas parassimpatomiméticas. Foram utilizados ratos machos divididos em três grupos experimentais: controle, exposto perinatalmente à picrotoxina (dose subconvulsivante) e exposto perinatalmente ao acetato de hidrocortisona. Os parâmetros iniciais analisados foram: peso e distância anogenital (ao nascer e aos 22 dias de idade) e a descida testicular. Na vida adulta, foram analisados: fertilidade, contagem espermática, comportamento sexual, peso corporal, peso úmido de órgãos da reprodução, índice gônado-somático e reatividade farmacológica da vesícula seminal a drogas parassimpatomiméticas... (AU)

Processo FAPESP: 00/02174-6 - Exposição perinatal a picrotoxina em doses subconvulsivantes: influência em parâmetros reprodutivos e em aspectos farmacológicos da musculatura lisa genital acessória masculina, em ratos
Beneficiário:Fabiana Yasuhara
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado