Busca avançada
Ano de início
Entree


Identificação de genes diferencialmente expressos em cana-de-açúcar inoculada com Xanthomonas albilineans, o agente causal da escaldadura da folha

Autor(es):
Dabbas, Karina Maia
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Jaboticabal. [2004]. vii,59 f., gráficos, ilustrações.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias
Data de defesa:
Membros da banca:
Ferro, Jesus Aparecido; Sena, Janete Apparecida Desiderio; Pereira Junior, Haroldo Alves
Orientador: Ferro, Jesus Aparecido
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Bioquímica
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos Athena
Localização: Universidade Estadual Paulista. Campus de Jaboticabal. Biblioteca da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias; 632.3:633.61(043)=690; D111i
Resumo

A escaldadura da folha, causada pela bactéria Xanthomonas albilineans, colonizadora do xilema, é uma das principais doenças da cana-de-açúcar. A sintomatologia na fase crônica é caracterizada principalmente pelo aparecimento de uma faixa branca ao lado da nervura central da folha, que evolui até ficar totalmente queimada, sendo observado também o multibrotamento. O objetivo deste trabalho foi identificar, através da técnica de macroarranjos de cDNA, com a, expressão diferencial durante a interação entre a cana-de-açúcar (variedades resistente-SP 821176 e susceptível-SP 784467) e a Xanthomonas albilineans. Analisando os resultados dos macroarranjos foi possível identificar, na variedade resistente, ESTs induzidas relacionadas com proteínas da diferenciação de plastídeos, da tolerância ao frio, da fotossíntese, da respiração, do crescimento, do controle do ciclo celular e dos sistemas de defesa e de adaptação da planta ao meio ambiente. As ESTs reprimidas na variedade resistente foram àquelas relacionadas com genes responsáveis pela síntese da pró-enzima da síntese de etileno e de proteínas do controle da expansão da parede celular, da detoxificação de metais pesados e do transporte de auxina. Na variedade susceptível, foram induzidas ESTs relacionadas com proteínas da resposta ao estresse ambiental; e foram reprimidas ESTs de proteínas das respostas de defesa da planta, da biossíntese de ABA (ácido abscísico) e da regulação de transcrição. (AU)

Processo FAPESP: 00/02179-8 - Identificacao de genes da cana-de-acucar envolvidos na interacao com xanthomonas albilineans, o agente causal da doenca da folha escaldada.
Beneficiário:Karina Maia Dabbas
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado