Busca avançada
Ano de início
Entree


Mutação no gene UBE2A, codificador de enzima conjugadora de ubiquitina, causa nova síndrome de deficiência mental de herança ligada ao cromossomo X

Autor(es):
Nascimento, Rafaela Maria Pessutti
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo. [2005]. 46 f., gráficos, ilustrações, tabelas.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências
Data de defesa:
Orientador: Vianna-Morgante, Angela Maria
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Genética
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca do Instituto de Biociências; IB/M-1221
Resumo

Neste trabalho descrevemos uma nova síndrome de deficiência mental com herança ligada ao X. Além da deficiência mental moderada/grave, o quadro clínico incluía comprometimento significativo da fala, baixa estatura, peso elevado, hirsutismo generalizado de tronco e membros, aparência mixidematóide, macrocefalia, face larga, sinófris, fendas palpebrais com inclinação para cima, boca grande com os cantos voltdos para baixo, pscoçp curto e largo, pênis pequenos, onicodistrofia e adelgaçamento de substância branca cerebral, revelado no exame de ressonância magnética. Registramos que as genitoras dos afetados tinham desvio completo da inativação do cromossomo X, com um mesmo cromossomo X sempre ativo nas celulas do sangue periférico. Esse padrão de inativação desviado é comumente observado em mulheres normais, portadoras de mutação no cromossômo X que causam deficiência mental. A análise de 46 marcadores moleculares polifórmicos do tipo microssatélite distribuidos por todo cromossomo X nos permitiu delimitar um segmento de aproximadamente 15 Mb em Xq23-q25,compartilhado pelos três afetados, como candidato a conter a mutação causadora do clínico. Essa segmento continha 86 genes conhecidos, dos quais 30 se expressavam em cérebro, mas apenas um gene-UBE2A- se expressava em cérebro e em células do sangue, no qual detectamos o desvio de inativação do cromossomo X. O sequenciamento do gene UBE2A revelou a substituição do nucleotídeo c.382C-T, originando um códon de parada prematuro (UAG) que elimina os últimos 25 resíduos de aminoácidos da proteína UBE2A, que originalmente tem 152. A mutação estava presente em hemizigose no s afetados, em heterozigose em suas mães e ausente nos demais indivíduos da família analisados. O gene UBE2A codifica uma enzima conjugadora de ibiquitina (E2),altamente conservada entre os vertebrados e na Drosophila, e que participa do processo de ubiquitação de proteínas, direcionando-as para a degração... (AU)

Processo FAPESP: 03/09289-1 - Busca do gene mutado em sindrome de retardo mental de heranca ligada ao x.
Beneficiário:Rafaella Maria Pessutti Nascimento
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado