Busca avançada
Ano de início
Entree


Escola e violência: configurações da violência escolar, segundo alunos, professores, pais e moradores da comunidade

Autor(es):
Domingos, Basílio
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo. [2005]. 356 f.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Psicologia
Data de defesa:
Orientador: Maluf, Maria Regina
Área do conhecimento: Ciências Humanas - Psicologia
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS; Index Psi Teses - IP/USPPsi-Teses Logo
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca do Instituto de Psicologia; LB3013.3; D671e
Resumo

Trata-se de um estudo de tipo etnográfico realizado em uma escola pública localizada na periferia empobrecida do município de São Paulo, que busca desvelar as formas concretas de que se reveste a violência escolar na vivência e representação de seus atores,a saber, alunos, professores, pais e moradores da vizinhança. Busca também compreender como esse fenômeno se produz e se configura, bem como identificar suas formas de expressão no interior da instituição escolar, seus impactos nos atores e as estratégias por estes adotados para enfrentá-lo. Há uma diversidade de termos e conceitos referentes à violência escolar, que traduzem, de um lado a complexidade do fenômeno e, do outro, concepções teóricas multidisciplinares a partir das quais esse fenômeno pode ser dimensionado. Enquanto modalidades de violência, foram analisadas as violências física, não-física (verbal e não verbal) de caráter sócio-psicológico, institucional e as violências contra a instituição escolar e pertences alheios. A análise das informações obtidas por meio de questionários, entrevistas individuais e grupais, bem como observações e consulta de documentos da escola revelou a complexidade da causas que determinam a manifestação da violência escolar, preponderando, entretanto, os fatores institucionais, nomeadamente a crise da escola como agência de formação. A saída para crise delineou-se para o resgate da escola como instituição, sua democratização e humanização, bem como o redimensionamento dessa instituição na comunidade, com o objetivo de torná-la como um dos pólos articuladores no âmbito da rede social de proteção da criança e adolescente. (AU)

Processo FAPESP: 00/13902-2 - Experiências de morte e de violência: pesquisa com alunos, professores e funcionários de escolas da periferia do município de São Paulo
Beneficiário:Basílio Domingos
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado