Busca avançada
Ano de início
Entree


Envolvimento de canais de calcio voltagem-dependentes e de endotelina nas alterações cardiovasculares induzidas pelo bloqueio cronico da sintese de oxido nitrico

Autor(es):
Luciana Piovesan Nathan
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas
Data de defesa:
Orientador: Gilberto de Nucci
Resumo

O óxido nítrico, sintetizado a partir do aminoácido L-arginina, por meio da enzima óxido nítrico sintase, é um importante fator de controle do tônus vascular. A inibição de sua síntese, por meio de compostos análogos à L arginina, tais como N"'-nitro-L-argininà metil éster (L-NAME), constitui um modelo de hipertensão arterial acompanhada de isquemia miocárdica. Neste trabalho, investigou-se, em ratos, o efeito do diltiazem (bloqueador de canais de cálcio voltagem-dependentes) e do A-127722.5 (antagonista seletivo dos receptores ET A da endotelina) nas alterações cardiovasculares induzidas pela administração crônica (8 semanas) de L-NAME. Para cada estudo, 8 grupos experimentais foram utilizados: 1- Controle (animais que receberam água de torneira); 2- L-NAME (20 mg/rato/dia); 3- LNAME (20 mg/rato/dia) + droga de estudo (13.5 mg/rato/dia e 1.5 mg/rato/dia p~ra diltiazem e A-127722.5, respectivamente) e 4- droga de estudo (13.5 mg/rato/dia e 1.5 mg/rato/dia para diltiazem e A-127722.5, respectivamente). O L-NAME, o diltiazem e o A-127722.5 foram dissolvidos em água de torneira diariamente. A pressão arterial de cauda e o peso corpóreo foram avaliados semanalmente. Ao final do estudo, os animais foram sacrificados e os corações removidos para avaliação dos pesos cardíacos e posterior análise histológica quantitativa. A administração do diltiazem redl:Jziu, significativamente, a hipertensão induzida por L-NAME, sem, no entanto, modificar as alterações miocárdicas (lesões isquêmicas, fibrose intersticial e fibrose perivascular) associadas a este modelo experimental. O antagonista da endotelina, A-127722.5, reduziu significativamente a hipertensão arterial causada pela inibição crônica da síntese de óxido nítrico, mas também não preveniu o desenvolvimento das lesões isquêmicas. l::m conjunto, estes resultados Indicam que o A-127722.5, foi mais efetivo que o diltiazem, no tratamento da hipertensão decorrente de disfunção endotelial, indicando uma participação importante da endotelina neste modelo experimental. Por outro lado, verificou-se que nenhum dos compostos utilizados foi eficaz em prevenir ou atenuar o desenvolvimento das lesões isquêmicas induzidas pelo bloqueio crônico da síntese de óxido nítrico, indicando que o efeito independe dos níveis pressóricos elevados. Considerando-se que os inibidores da síntese de óxido nítrico'induzem vasoconstrição coronariana, pode-se assim supor que o efeito isquêmico decorra simplesmente da falta deste fator de relaxamento no leito coronariano do rato, com consequente redução da perfusão miocárdica e isquemia, a qual evolui para necrose e fibrose (AU)

Processo FAPESP: 94/03949-9 - Efeito do bloqueador de canal de cálcio, diltiazem e do antagonista dos receptores ETA da endotelina, A-127722.5, na hipertensão e nas alterações morfológicas cardíacas induzidas pela inibição crônica da síntese de óxido nítrico em ratos
Beneficiário:Luciana Piovesan Nathan
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado