Busca avançada
Ano de início
Entree


Geoprocessamento na administração municipal: análise sobre o processo de construção e atualização do cadastro imobiliário urbano nas prefeituras da região metropolitana de Campinas - SP

Autor(es):
Trevisan, Fernanda Lodi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Campinas. [2009]. 144 f.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Geociências
Data de defesa:
Membros da banca:
Matias, Lindon Fonseca; Françoso, Maria Teresa; Freitas, Maria Isabel Castreghini de
Orientador: Matias, Lindon Fonseca
Área do conhecimento: Ciências Humanas - Geografia
Indexada em: Base Acervus-UNICAMP; Biblioteca Digital da UNICAMP
Localização: Universidade Estadual de Campinas. Biblioteca Central Cesar Lattes; T/UNICAMP; T729g; Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Geociências. Biblioteca Conrado Paschoale; T/UNICAMP; T729g
Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo analisar o emprego do geoprocessamento nas atividades técnicas e administrativas das prefeituras da Região Metropolitana de Campinas (RMC), São Paulo, privilegiando o foco no cadastro imobiliário urbano, pois este cadastro pode ser a base para cadastros multifinalitários e também fornecer informações fundamentais para a promoção do planejamento e gestão urbana. As informações contidas e atualizadas nos cadastros são elementos importantes para subsidiar as políticas públicas ao permitir a visualização espacial da organização territorial municipal. O cadastro é também uma fonte de informações para a tributação e contribui para a geração da receita municipal. O geoprocessamento aplicado na elaboração e na administração do cadastro dá maior agilidade, precisão e confiabilidade para as informações espaciais e, conseqüentemente, para a tomada de decisão no âmbito da prefeitura. Para operacionalizar esta pesquisa foram feitos trabalhos de campo aos municípios e aplicados formulários em forma de entrevista aos técnicos responsáveis pelo setor de cadastro. Foram investigadas quais as formas de aquisição e atualização das bases de dados, o formato dos dados (digital ou analógico), os produtos gerados, o período de atualização, entre outros. A pesquisa revelou uma grande diversidade de utilização do geoprocessamento nas prefeituras da RMC, possibilitando a classificação dos municípios em três grupos: os que estão investindo em geoprocessamento no cadastro imobiliário, os que não estão investindo e alguns municípios que devem ser considerados como situações a parte. A pesquisa também relevou a inexistência de um padrão das funções do cadastro imobiliário urbano nas prefeituras. (AU)

Processo FAPESP: 07/57092-3 - Geoprocessamento na administracao municipal: analise sobre o processo de construcao e atualizacao do cadastro imobiliario urbano nas prefeituras da regiao metropolitana de campinas,sp.
Beneficiário:Fernanda Lodi Trevisan
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado