Busca avançada
Ano de início
Entree


Mapeamento do potencial biossintético em linhagens de Streptomyces

Autor(es):
Pedro Luis Rocha da Cruz
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Química
Data de defesa:
Membros da banca:
Mônica Tallarico Pupo; Fábio Cesar Gozzo
Orientador: Luciana Gonzaga de Oliveira
Resumo

Actinobactérias são fontes importantes para a descoberta de novas moléculas com atividades biológicas destacadas. A este grupo pertencem Streptomyces, micro-organismos que possuem dentre outros, dois grupos de enzimas multimodulares conhecidas como policetídeo sintase (PKS) e peptídeo não ribossomal sintetase (NRPS) que catalisam a produção de policetídeos e peptídeos não ribossomais respectivamente. A biossíntese destas moléculas se dá geralmente seguindo uma relação linear entre o gene, a enzima e a estrutura da molécula. Desta forma, com o conhecimento das sequências do gene é possível prever a molécula a ser produzida e sua manipulação amplia a possibilidade de obter novas moléculas. Neste sentido foi adotada uma estratégia para o mapeamento dos genes biossintéticos sem a necessidade do sequenciamento extensivo do micro-organismo com o objetivo de prever o tipo de policetídeo e peptídeo não ribossomal produzido por linhagens de Streptomyces isoladas de Citrus ssp. Com o objetivo de conhecer os metabólitos produzidos por estes micro-organismos foi feito também o cultivo destes em meios contendo fontes de nutrientes variadas e o monitoramento de metabólitos presentes nos extratos utilizando técnicas de cromatografia líquida acoplada com espectrometria de massas. Ensaios em placas permitiram a visualização da produção de sideróforos e a atividade antibiótica dos meios de cultivo. (AU)

Processo FAPESP: 09/03793-6 - Mapeamento do Potencial Biossintético de Streptomyces: Comparação com o Modelo Streptomyces coelicolor
Beneficiário:Pedro Luís Rocha da Cruz
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado