Busca avançada
Ano de início
Entree


Glutamato participa do controle hipotalâmico da homeostase energética em ratos

Autor(es):
Daniela Soares Razolli
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Adriana de Souza Torsoni; Carla Roberta de Oliveira Carvalho
Orientador: Licio Augusto Velloso
Resumo

O receptor ionotrópico NMDA (N-metil-D-aspartato) é um receptor de glutamato envolvido em uma série de processos essenciais para o funcionamento adequado do sistema nervoso central. A ativação ou expressão anômala deste receptor pode contribuir para o desenvolvimento de doenças como Parkinson e Alzheimer. Um estudo utilizando um microarranjo de DNA realizado em nosso laboratório revelou que apenas dois dentre 1.176 genes hipotalâmicos avaliados, estão simultaneamente envolvidos na resposta a estímulos termogênicos induzidos pela ingestão de dieta hipercalórica e pela exposição à baixa temperatura; sendo eles, a subunidade 2B do receptor NMDA, e a proteína-G ligadora de GTP. Tal fato sugere que os processos envolvidos com o controle do gasto energético são complexos e finamente regulados. Ainda, dados prévios mostraram a co-localização entre receptores NMDA e neurônios MCH (Hormônio Concentrador de Melanina), o qual é um dos principais neurotransmissores hipotalâmicos envolvidos no controle do gasto energético. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar a expressão e a funcionalidade de receptores NMDA em hipotálamo de ratos alimentados com dieta padrão ou rica em lipídeos. Como o hipotálamo responde aos hormônios leptina e insulina no processo de controle de ingestão alimentar e gasto energético, decidimos avaliar se o receptor NMDA pode modular a expressão de neurotransmissores hipotalâmicos por meio da via da leptina. Para tal, ratos foram tratados por via intracerebroventricular (icv) com glutamato (agonista de NMDA) e AG490 seguido de glutamato. O AG490 é um inibidor químico da JAK2 - proteína inicial da via de sinalização da leptina. Nossos resultados mostraram que a administração icv de glutamato reduz a ingestão alimentar e o peso dos animais, modulando a expressão de neurotransmissores orexigênicos e anorexigênicos de maneira parcialmente dependente da via da leptina (AU)

Processo FAPESP: 09/11331-2 - Avaliação da distribuição dos diferentes subtipos do receptor glutamatérgico NMDA (N-Metil-D-Aspartato) em hipotálamo de ratos
Beneficiário:Daniela Soares Razolli
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado