Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito de um bloqueador do receptor PDGF na adipogênese de camundongos tratados com dieta hiperlipídica

Autor(es):
Angélica Costa Aranha Camacho Pereira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Marco Antonio de Carvalho Filho; Carla Roberta de Oliveira Carvalho
Orientador: Mario Jose Abdalla Saad
Resumo

A obesidade é hoje considerada um problema de saúde pública. Essa condição é caracterizada pelo aumento do peso corporal, mais especificamente do tecido adiposo branco. A adipogênese (diferenciação do pré-adipócito em adipócito) é um fenômeno complexo e não muito bem caracterizado. Recentes estudos mostraram que os préadipócitos estão localizadas nas paredes dos vasos que irrigam o tecido adiposo. Estas células estão presentes exclusivamente neste tecido e expressam alguns marcadores, dentre eles o PDGFRß. O PDGFRß é um receptor tirosina quinase cujo papel na migração, proliferação e diferenciação de diversos tipos celulares tem sido extensivamente estudado. O AG1296 (6,7- dimetoxi-2-fenil-quinoxalina) é um potente inibidor do receptor PDGF, pertencente à classe da quinoxalinas. Deste modo, levando-se em consideração o papel do receptor PDGF no crescimento e proliferação celulares e o fato de que as células PDGFR_ positivas provenientes do tecido adiposo possuem alto potencial adipogênico, neste estudo investigamos o efeito do AG1296 na adipogênese de camundongos submetidos à dieta hiperlipídica e à dieta padrão. Nós também investigamos se essa inibição afetaria a sensibilidade à insulina desses grupos estudados. Para tanto, camundongos Swiss machos com seis semanas de vida foram divididos em quatro grupos: o grupo Controle que recebeu dieta padrão, o grupo C+AG1296 que recebeu dieta padrão e tratamento com AG1296, o grupo DH que recebeu dieta hiperlipídica somente e o grupo DH+AG1296 que recebeu dieta hiperlipídica e tratamento com AG1296. Peso corpóreo e ingestão alimentar foram medidos diariamente durante o tratamento (7 ou 15 dias). Através de Western blot, foram quantificadas as principais proteínas pró-adipogênicas (SREBP-1c, C/EBP? e PPAR?) e a fosforilação das principais proteínas da via da insulina (IR, IRS1 e AKT). Nossos resultados indicaram que nos animais controle, após 15 dias de tratamento com AG1296, houve uma redução nas três frações de tecido adiposo, associada a uma redução em algumas das proteínas adipogênicas, além de uma melhora na sinalização insulínica em fígado e músculo e uma redução na glicemia de jejum. Além disso, nos animais submetidos à dieta hiperlipídica, após 7 dias de tratamento com AG1296, foi possível observar uma redução nas proteínas adipogênicas e uma redução na fração epididimal do tecido adiposo. Houve também uma melhora na sinalização insulínica e na tolerância à glicose. Com isso, podemos sugerir que a inibição do PDGFRß pode ter um papel importante na adipogênese e na sinalização insulínica e pode ser um alvo potencial para prevenção da obesidade e resistência à insulina (AU)

Processo FAPESP: 09/03981-7 - Efeito de um bloqueador do receptor PDGF na diferenciação de pré-adipócito em adipócito em camundongos tratados com dieta hiperlipídica
Beneficiário:Angélica Costa Aranha Camacho Pereira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado