Busca avançada
Ano de início
Entree


Obtenção de extrato de alecrim (Rosmarinus officinalis) por extração supercritica : determinação do rendimento global, de parametros cineticos e de equilibrio e outras variaveis do processo.

Autor(es):
Raul Nunes de Carvalho Junior
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia de Alimentos
Data de defesa:
Membros da banca:
Mary Ann Foglio; Martin Aznar; Paulo de Tarso Vieira e Rosa; Daisy Nakamura Sato; Luiz Antonio Viotto; Maria Alvina Krahenbuhl
Orientador: Maria Angela de Almeida Meireles
Resumo

Neste trabalho foi estudado o processo para obtenção de extrato de alecrim (Rosmarinus officinalis) por extração supercrítica, usando CO2 como solvente, para a determinação das isotermas de rendimento global, curvas globais de extração e atividade antioxidante. Foi estudado o equilíbrio de fases do sistema extrato de alecrim + CO2. Na determinação das isotermas de rendimento global, os parâmetros estudados foram: pressão e temperatura, no intervalo de 100 e 300 bar, e 30 e 40 °C, respectivamente. Foram usadas partículas de 24 a 48 mesh. A quantidade de matéria prima usada para cada ensaio foi de 10 gramas. A vazão do solvente foi de 8,3 × 10-5 kg/s. Para cada condição experimental os ensaios foram realizados em duplicata. Os experimentos para determinação das curvas globais de extração foram realizados na pressão de 300 bar e temperatura de 40 °C, em duas unidades de extração supercrítica com relações altura do leito/ diâmetro do leito diferentes: 0,67; 1,35; 2,8; 5,6 e 8,4. A quantificação dos compostos dos extratos foi feita por cromatografia gasosa usando o método de padronização externa. A quantificação dos diterpenos fenólicos (ácido carnosóico e ácido rosmarínico) foi realizada usando um espectrofotômetro UV/ Visível. A atividade antioxidante foi determinada através de uma reação acoplada de betacaroteno e ácido linoleico. O rendimento global máximo foi 5 % (em base seca), obtido na temperatura de 40 °C e pressão de 300 bar. Os principais componentes detectados foram cânfora e o 1,8-cineol. Os resultados foram comparados com os processos de extração com solvente orgânico (etanol e hexano) e hidrodestilação. A atividade antioxidante variou de 80% para os extratos obtidos em 150 bar e 30 °C a 95% para os extratos obtidos em 300 bar e 40 °C. Os modelos matemáticos de Cranck, Sovová, Goto et al., Empírico, Tan e Lio e de Martinez et al. foram aplicados aos dados experimentais de extração para o estudo da influência dos parâmetros de processo na cinética de extração. As medidas experimentais de equilíbrio de fases a alta pressão foram realizadas em célula de alta pressão com volume variável utilizando o método estático sintético. Os experimentos foram realizados para a isoterma de 313,15K. As transições de fases foram visualmente registradas como ponto de bolha e ponto de orvalho. (AU)

Processo FAPESP: 00/04971-0 - Extração supercrítica do óleo essencial de alecrim (Rosmarinus officinalis): determinação da solubilidade operacional, de parâmetros cinéticos e de equilíbrio e outras variáveis de processo
Beneficiário:Raul Nunes de Carvalho Junior
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado