Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo microbiológico e de endotoxinas de canais radiculares com infecções endodônticas primárias e avaliação da antigenicidade do conteúdo infeccioso contra macrófagos na produção de citocinas pró-inflamatórias

Autor(es):
Frederico Canato Martinho
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de defesa:
Membros da banca:
Milton de Uzeda; Helena Rosa Campos Rabang; Ezilmara Leonor Rolim de Sousa; Alexandre Augusto Zaia
Orientador: Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes
Resumo

Bactérias Gram-negativas (BG-) e seu sub-produto [Lipopolisacarídeo (LPS) - endotoxina) são capazes de estimular células a produzirem citocinas pró-inflamatórias envolvidas na destruíção tecidual periapical. Os objetivos propostos foram: 1) analisar os diferentes métodos de LAL para quantificação de endotoxinas, revelando o (s) que melhor (es) se adapta (m) para investigação de endotoxina nas infecções de origem endodôntica (capítulo 1); 2) estudar o perfil da microbiota e níveis de endotoxinas nas infecções endodônticas primárias com lesão periapical, determinando a antigenicidade do conteúdo endodôntico contra macrófagos através da produção de IL1- ß e TNF-? (capítulo 2); 3) investigar a presença de espécies bacterianas Gram-negativas "alvos" e níveis de endotoxinas nas infecções endodônticas primárias com lesão periapical, determinando seu potencial antigênico contra macrófagos através da produção de PGE2 (capítulo 3); 4) detectar espécies de Treponema spp e os níveis de endotoxinas em infecções endodônticas primárias e determinar sua antigenicidade contra macrófagos através dos níveis de IL-6 e IL-10, avaliando sua correlação com os achados clínicos e radiográficos (capítulo 4); 5) avaliar a atividade antigênica de LPS isolado de P. gingivalis e F. nucleatum encontrados em canais radiculares infectados sobre macrófagos (RAW 264.7) através dos níveis de IL-1? e TNF-? (capítulo 5); 6) comparar "in vivo" a efetividade do preparo químico-mecânico com NaOCl 2.5% e CLX-gel 2% na eliminação de LPS de bactérias orais presentes em dentes com necrose pulpar e presença de lesão periapical (capítulo 6); 7) avaliar o efeito do preparo químico-mecânico com NaOCl 2.5% + EDTA 17% e limas rotatórias NiTi (Mtwo®) na remoção de endotoxinas de dentes com necrose pulpar e presença de lesão periapical (capítulo 7); 8) comparar a capacidade de diferentes sequências clínicas do sistema rotatório Mtwo® na remoção de endotoxinas em canais radiculares contaminados. (capítulo 8). Método: amostras foram coletadas de canais radiculares com IEPL utilizando cones de papel estéreis/despirogenizados. PCR (16s rDNA) e método LAL foram utilizados. Níveis de citocinas inflamatórias foram quantificados através de ELISA (Duoset-Kit, R&D systems). Resultados: Os testes cinéticos (KQCL - Kinetic Quantitative Chromegenic Limulus e turbidimétrico) mostraram níveis de endotoxinas inferiores (7,49 EU/mL e 9,19 EU/mL, respectivamente), quando comparados ao teste QCL (Quantitative Chromegenic Limulus) (34,20 EU/mL) (p<0,05). Prevotella nigrescens (13/21) foi mais frequentemente encontrada. Dente com exsudato foi relacionado com a presença de F. alocis (p<0,05). Correlações positivas (p<0,05) foram encontradas entre: número de BG- e níveis de IL-1 ß, TNF-? e PGE2; níveis de endotoxinas e de TNF-? (p<0,05); IL-1 ß e tamanho de lesão periapical. Endotoxina foi detectada em 100% dos canais radiculares estudados. Maior redução de entodotoxina foi encontrada nos dentes instrumentados com NaOCl 2,5% (57,98%) versus CLX-gel 2% (47,12%) (p<0,05) utilizando limas manuais K-file. Após PQM com NaOCl 2,5% e limas rotatórias NiTi endotoxina foi reduzida em 98,06% (p<0,05). Conclusão: 1) Os testes cinéticos turbidimétrico e cromogênico de LAL apresentaram resultados mais precisos e de melhor reprodutibilidade quando comparados ao QCL (capítulo 1);. 2) A antigenicidade do conteúdo endodôntico não está relacionada apenas com a quantidade de endotoxinas encontrada nos canais radiculares, mas também com o número de diferentes espécies Gram-negativas presentes na infecção. Maior destruíção óssea periapical foi relacionado com níveis elevados de IL-1ß (capítulo 2); 3) O número de espécies BG- presentes nas IEPL foi relacionado com diferentes níveis de secreção de PGE2 via macrófagos. Maior produção de PGE2 foi relacionada com a presença de sintomatologia clínica (capítulo 3); 4) espécies de Treponema spp. exercem seu papel na patogênese das infecções endodônticas primárias. Além disso, o conteúdo bacteriano e particularmente os níveis de endotoxinas presents nos canais radiculares estimularam a produção de IL-6 e IL-10 por macrófagos (capítulo 4); 5) LPS isolados de P. gingivalis e F. nucleatum de canais radiculares infectados estimulam a produção de IL-1? e TNF-?, que são mediadores inflamatórios pleiotrópicos, podendo iniciar a resposta inflamatória e estimular a produção de mediadores secundários envolvidos na destruição tecidual (capítulo 5); 6) PQM com NaOCl 2,5% ou CLX-gel 2% não foram eficazes na eliminação de endotoxinas presentes na IEPL (capítulo 6); 7) PQM com NaOCl 2,5% + EDTA 17% e limas rotatórias NiTi (Mtwo®) foi eficaz na remoção de endotoxinas em 98,06% (capítulo 7); 8) redução significativa de endotoxinas foi obtida utilizando as sequências Mtwo® finalizadas com o preparo apical final #40.04 or #25.07 (capítulo 8). (AU)

Processo FAPESP: 08/57954-8 - Estudo microbiológico, quantificação de endotoxinas e investigação da atividade endotóxica de diferentes LPS bacterianos isolados de canais radiculares de dentes com necrose pulpar e presença de lesão periapiacal
Beneficiário:Frederico Canato Martinho
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado