Busca avançada
Ano de início
Entree


Modernidade e dominação : Theodor Adorno e a teoria social contemporanea

Autor(es):
Silvio Cesar Camargo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Fernando Antonio Lourenço; Gabriel Cohn
Orientador: Josue Pereira da Silva
Resumo

A dissertação aqui apresentada procura compreender a sociedade contemporânea através da expressão modernidade. Para realizar esta tarefa postula-se o conceito de racionalidade como o que melhor a define. Entretanto o conceito de racionalidade é interpretado como inseparável do conceito de dominação. A hipótese é que a inseparabilidade entre racionalidade e dominação iniciou como um problema central para a teoria social contemporânea com a obra Dialética do Esclarecimento de Theodor Adorno e Max Horkheimer. Esta obra coloca problemas sociológicos que também serão abordados na teoria social de Jürgen Habermas, Michel Foucault e Fredric Jameson. O objetivo desta dissertação é mostrar o entrelaçamento destes conceitos ao conceito de capitalismo tardio assim como com a expressão pós-modernidade, destacando sua atualidade para debates contemporâneos em teoria social (AU)

Processo FAPESP: 99/03889-0 - Capitalismo tardio, racionalidade e dominação: investigação sociológica sobre a modernidade como projeto inacabado
Beneficiário:Sílvio César Camargo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado