Busca avançada
Ano de início
Entree


Aceleração da nitretação ionica pela nanoestruturação de superficies metalicas induzidas por bombardeio com gases nobres

Autor(es):
Erika Abigail Ochoa Becerra
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Física Gleb Wataghin
Data de defesa:
Membros da banca:
Clodomiro Alves Junior; Antonio Ricardo Zanatta; Lisandro Pavie Cardoso; Mauricio Urban Kleinke
Orientador: Fernando Alvarez
Resumo

A presente tese trata o estudo as propriedades físicas resultantes em sistemas metálicos com superfícies nanoestrutura as pelo bombardeio com gás nobre e posteriormente nitretados com técnicas basea as em plasma. A busca e novas condições e tratamento que aumentem a velocidade a ifusão o nitrogênio é e grande interesse para a modificação e superfícies metálicas. Para isto, o pré-tratamento a superfície o material, através e métodos e refinamento os grãos a superfície, é fundamental na melhora a incorporação e nitrogênio no material. Este trabalho visa o estudo e sistemas basea os em ferro, especialmente aços e interesse tecnológico, com superfícies refinadas até a escala nanométrica e submeti os ao processo e nitretação. Neste caso, a superfície a amostra considera a po e ser nanoestrutura a por bombar eiodiônico com gases nobres ("atomic attrition") e posteriormente nitreta a usan o feixe e íons. O material escolhi o para o presente trabalho é o aço enomina o AISI 4140, um aço e baixa liga. O tratamento superficial ("atomic attrition") prévio ao processo e nitretação possibilita o aumento o conteúdo e nitrogênio em profundidade permitindo ainda que a nitretação possa ser realizada a temperaturas relativamente mais baixas (T ~ 300 °C). A caracterização as amostras pré-trata as e/ou nitretadas é realizada in-situ por espectroscopia e elétrons fotoemitidos garantindo condições únicas para o estudo o fenômeno e nanoestruturação e sua influência na ifusão o nitrogênio. Outras técnicas usuais e caracterização utiliza as foram a nano-in entação, raios-X (em nosso grupo e no LNLS) e microscopia óptica e eletrônica. Os resultados indicam o sucesso na nanoestruturação a superfície as amostras pela formação e caminhos e rápida difusão e nitrogênio e assim aumentando a dureza resultante o material (AU)

Processo FAPESP: 03/13074-0 - Estudo de nitretação de metais com superfícies nanoestruturadas
Beneficiário:Erika Abigail Ochoa Becerra
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado