Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito de vespas galhadoras (Hymenoptera: Chalcidoidea) na duração da receptividade floral de Ficus citrifolia (Moraceae)

Texto completo
Autor(es):
Pâmela Costa Adorno da Silva
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Rodrigo Augusto Santinelo Pereira; Emerson Ricardo Pansarin; Sonia Lucia Modesto Zampieron
Orientador: Rodrigo Augusto Santinelo Pereira
Resumo

O sucesso reprodutivo das figueiras, e a consequente manutenção do mutualismo Ficus vespas de figo, depende do sucesso na polinização das flores pistiladas (produção de frutos) e do desenvolvimento de vespas polinizadoras em alguns ovários galhados (produção de vespas vetoras de pólen). No entanto, o período de receptividade das flores pistiladas para a polinização e oviposição pelas vespas polinizadoras de Ficus é curta, em relação à duração total do desenvolvimento do figo. A pequena janela temporal de receptividade pode ser um fator limitante na estabilidade do mutualismo, uma vez que o sucesso reprodutivo da planta será nulo se os figos não forem visitados por vespas polinizadoras durante o período de receptividade. O presente trabalho avaliou o papel das vespas não-polinizadoras galhadoras (Idarnes grupo flavicollis) durante o período de polinização Ficus citrifolia. Especificamente avaliou-se se as vespas galhadoras interferem (1) na atratividade do figo às vespas polinizadoras, (2) na receptividade do estigma e (3) no sucesso das vespas polinizadoras (produção de frutos e prole de vespas polinizadoras). O estudo experimental foi realizado no campus da USP Ribeirão Preto (21°10S; 47°48W), durante os meses de 02/2008 e 07/2009. Foi observado que os períodos de receptividade do estigma e de atratividade do figo duraram cerca de uma semana e não sofreram efeito da presença das vespas galhadoras. No entanto, o sucesso reprodutivo da planta foi afetado em situações de alta infestação das vespas não-polinizadoras, devido ao fechamento precoce do ostíolo causado pelo crescimento das galhas dessas vespas (AU)

Processo FAPESP: 07/01316-0 - Efeito dè vespas galhadoras (Hymenoptera: Chalcidoidea) ná duração da receptividade floral dè Ficus citrifolia (Moraceae)
Beneficiário:Pamela Costa Adorno da Silva
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado