Busca avançada
Ano de início
Entree


"Narrativas itinerantes. Aspectos franco-britânicos da ficção brasileira, em periódicos do século XIX".

Texto completo
Autor(es):
Maria Eulália Ramicelli
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Sandra Guardini Teixeira Vasconcelos; Luiz Roberto Velloso Cairo; Marlyse Madeleime Meyer; Antonio Dimas de Moraes; Nelson Schapochnik
Orientador: Sandra Guardini Teixeira Vasconcelos
Resumo

A escrita de ficção no Brasil iniciou-se definitivamente em fins da década de 1830. Jornais e revistas do Rio de Janeiro publicaram essas narrativas ao lado de ficção estrangeira (especialmente européia) traduzida. Este trabalho tem dois objetivos centrais: 1)apresentar criticamente o conjunto de textos ficcionais britânicos, traduzidos e publicados em periódicos do Rio de Janeiro, na primeira metade do século XIX, através da análise comparativa da tradução (aqui vista como processo e produto cultural) com os textos originais; 2)avaliar o papel dessa ficção britânica na produção de alguns dos nossos primeiros ficcionistas. O estudo implica discutir o lugar dessa ficção britânica nos jornais e revistas que foram seu meio de circulação: os periódicos britânicos, os brasileiros e a Revue Britannique, revista francesa que se coloca como importante intermediadora nesse percurso. Dessa forma, pretendo contribuir para a discussão das condições de circulação de ficção britânica no Brasil, no século XIX. (AU)

Processo FAPESP: 01/04683-8 - A tradução de ficção britânica em periódicos do Rio de Janeiro (século XIX) e a ficção dos precursores brasileiros: um diálogo possível
Beneficiário:Maria Eulália Ramicelli
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado