Busca avançada
Ano de início
Entree


Diversificação das espécies de Rhinella do grupo crucifer (Anura, Bufonidae) na Mata Atlântica

Texto completo
Autor(es):
Maria Tereza Chiarioni Thomé
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Rio Claro. 139 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro).
Data de defesa:
Membros da banca:
Fernando Jorge Guimarães Sequeira; Sergio Furtado dos Reis; Cinthia Aguirre Brasileiro; Cristina Y. Myaki
Orientador: João Miguel de Barros Alexandre; Célio Fernando Baptista Haddad
Resumo

Nessa tese, utilizamos uma série de métodos filogeográficos para investigar a diversificação em Rhinella gr. crucifer, um grupo de espécies próximas de sapos endêmicos da Mata Atlântica. No primeiro capítulo fizemos uma primeira abordagem da estrutura genética no grupo utilizando amostragem grosseira. Foram analisadas seqüências de DNA mitocondrial e nuclear de DNA de 65 indivíduos representando as cinco espécies atualmente válidas. Encontramos que a diversidade genética é geograficamente estruturada. A divergência mais antiga, datada do Plioceno, separa as populações mais ao sul do bioma enquanto que o restante das populações estão distribuídas em clados que divergiram desde o Pleistoceno. Modelos de distribuição paleoecológica suportam fragmentação de habitat associada a ciclos glaciais, mas a congruência de padrões filogeográficos com os refúgios inferidos é limitada. Algumas quebras genéticas coincidem geograficamente com barreiras associadas à atividade neotectônica. Os dados refutam a hipótese recentemente proposta de colonização Holocênica do sul da Mata Atlântica, sugerindo persistência de habitat nessa região. No segundo capítulo, utilizamos amostragem em nível populacional para delimitar melhor as unidades genéticas no grupo. Utilizamos seqüências de DNA mitocondrial e nuclear de 404 indivíduos, métodos baseados em árvores e freqüência alélica, considerando um cenário de divergências recentes e hibridação. Ambos marcadores apoiaram a existência de cinco unidades genéticas, três distribuídas na área núclear de distribuição do grupo, e duas com distribuições isoladas. Encontramos evidência clara da existência de zonas de contacto para dois pares de unidades genéticas... (AU)

Processo FAPESP: 07/52136-2 - Filogenia e filogeografia das espécies de Rhinella do grupo crucifer (Anura: Bufonidae)
Beneficiário:Maria Tereza Chiarioni Thomé
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado