Busca avançada
Ano de início
Entree


Coordenar ou gerenciar equipes? O processo grupal como possibilidade para o trabalho coletivo nas equipes de saúde da família

Texto completo
Autor(es):
Rosimeire Aparecida Manoel
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Botucatu. 235 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina.
Data de defesa:
Membros da banca:
Juliana Campregher Pasqualini; Marina Peduzzi
Orientador: Sueli Terezinha Ferreira Martins
Resumo

A Estratégia Saúde da Família (ESF) tem-se consolidado como o principal modelo assistencial na Atenção Básica. Seu processo de trabalho prevê a atuação coletiva/interdisciplinar de equipes multiprofissionais, a qual implica no compartilhar do planejamento, na divisão de tarefas, na cooperação e na colaboração entre os membros. Dessa forma, a importância do papel do coordenador da equipe, como mediador das relações de trabalho, em compreender que o grupo/equipe não consiste apenas na reunião de pessoas que compartilham normas e objetivos. A compreensão da equipe enquanto processo grupal envolve a relação de interdependência entre atividade e consciência como categorias essenciais. Assim, a pesquisa teve por objetivo descrever e analisar o processo da coordenação de equipes na Saúde da Família, sob a perspectiva dos profissionais que desempenham essa atividade, tanto no nível local (Unidade Básica com Saúde da Família - UBSF), quanto no nível central (Secretaria Municipal de Saúde - SMS), tendo em vista identificar os impactos de suas ações para constituição de um trabalho em equipe dentro de uma perspectiva de trabalho coletivo. O referencial teórico utilizado foi a abordagem Sócio-Histórica, pautada no Materialismo Histórico e Dialético. A pesquisa foi realizada em um município de médio porte no interior do estado de São Paulo. Participaram da pesquisa catorze profissionais, dos quais onze são coordenadores das UBSF locais e três coordenadores da ESF no nível central. Os instrumentos utilizados na coleta de dados foram: entrevistas semiestruturadas gravadas e observação participante das reuniões de equipe. A categoria profissional que desempenha o papel de coordenador da ESF no referido município, tanto no nível local quanto no central, é da área da Enfermagem. A maioria dos profissionais que atua... (AU)

Processo FAPESP: 10/03718-1 - Coordenar ou gerenciar equipes? O processo grupal como possibilidade para o trabalho coletivo nas equipes de saúde da família
Beneficiário:Rosimeire Aparecida Manoel
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado