Busca avançada
Ano de início
Entree


A construção teórica da Diplomática : em busca de uma sistematização de seus marcos teóricos como subsídio aos estudos arquivísticos

Texto completo
Autor(es):
Natália Bolfarini Tognoli
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras de Marília.
Data de defesa:
Membros da banca:
Wilmara Rodrigues Calderón; Renato Tarciso Barbosa de Souza; Mário Furlaneto; Rodrigo de Sales
Orientador: José Augusto Chaves Guimarães
Resumo

A Diplomática traz em seu bojo, um aporte metodológico à Ciência da Informação, na medida em que fornece subsídios para a análise documental na Arquivística, e para o tratamento temático da informação na Biblioteconomia. Sua origem remonta ao século XVII, quando em 1681, Mabillon publica o tratado De re Diplomatica libri VI no qual enunciava, pela primeira vez, os elementos para a crítica documental. Após a publicação de Mabillon, outros tratados e manuais foram publicados na França, Áustria, Alemanha e Itália contribuindo para a consolidação da disciplina dentro das denominadas ciências documentais, ao postularem conceitos e métodos para a crítica de documentos medievais. No entanto, em que pese a extensa lista de obras, a literatura ainda carece de uma sistematização das ideias dos autores clássicos que compõem a disciplina, mais especificamente, como elas interagem e trabalham para sua constituição. A importância atual de uma sistematização se torna necessária na medida em que autores como Bautier (1962), Duranti (1995) e Heredia Herrera (1991) identificam nessas obras, as primeiras manifestações teóricas e práticas para a organização dos documentos, e, consequentemente, o início das primeiras manifestações da Arquivística. Dessa maneira, este trabalho realiza um resgate teórico sistematizado da Diplomática a partir do estudo das principais obras publicadas entre os séculos XVII e XX, buscando identificar o papel que elas exercem na construção de ambas as disciplinas, sistematizando as ideias dos marcos teóricos mais expressivos da área, a fim de construir um método diplomático ideal. Para tanto, realizou-se um estudo exploratório, teórico e documental nas obras dos marcos teóricos da Diplomática, identificando nelas a natureza, o objeto e objetivo da disciplina, para que, a partir daí, pudesse ser construída uma cartografia de autores que ... (AU)

Processo FAPESP: 10/00643-0 - A construção epistemológica da diplomática: em busca da sistematização de seus marcos teóricos como subsídio aos estudos arquivísticos
Beneficiário:Natália Bolfarini Tognoli
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado