Busca avançada
Ano de início
Entree


Micro-organismos oportunistas em lesões de estomatite protética e influência da terapia fotodinâmica nos fatores de virulência de candida spp

Autor(es):
Cristiane Aparecida Pereira Correia
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São José dos Campos. 142 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituro de Ciência e Tecnologia
Data de defesa:
Membros da banca:
Denise Madalena Palomari; Renato Araujo Prates; Juliana Campos Junqueira; Luciane Dias de Oliveira
Orientador: Antonio Olavo Cardoso Jorge
Resumo

Os objetivos deste estudo foram: isolar e identificar os micro-organismos oportunistas (Gêneros Candida e Staphylococcus e famílias Enterobacteriaceae/Pseudomonadaceae) presentes em lesões de estomatite protética (EP) e compará-los com indivíduos sem tais lesões; analisar a produção de fatores de virulência por cepas de Candida isoladas; verificar os efeitos da terapia fotodinâmica (TFD) em culturas planctônicas e biofilmes formados pelas cepas de Candida spp.; e, avaliar os efeitos da TFD na expressão fenotípica dos fatores de virulência nos isolados de Candida. Foram analisados 50 pacientes com EP e 50 indivíduos sadios igualmente usuários de prótese superior sem lesões na cavidade bucal. Os micro-organismos foram coletados da área da prótese e cavidade bucal com auxílio de swabs estéreis e através de enxágües bucais, isolados em meios seletivos, e identificados bioquimicamente pelo sistema API®. Para C. dub/iniensis a identificação também foi realizada através da técnica de Reação em Cadeia da Polimerase. Nas cepas de C. albicans. C. dubliniensis. C. glabrata e C. tropica/is isoladas de ambos os grupos foram avaliados: secreção das enzimas fosfolipase, aspartil­protease, condroitinase, lipase, hemolisina; hidrofobicidade celular; produção de tubo germinativo; e, formação de biofilme. Nos ensaios de TFD em culturas planctônicas e biofilmes, mediado por eritrosina e LED verde, foram utilizadas 48 cepas de Candida (20 de C. albicans. 12 de C. g/abrata. 12 de C. tropicalis e 04 de C. dubliniensis) isoladas de pacientes com EP. Após os ensaios de TFD, foi avaliada a expressão fenotípica dos fatores de virulência de Candida derivadas das culturas planctônicas e biofilmes. Foi isolado um grande número de espécies de micro­organismos oportunistas, sendo a colonização significantemente maior em pacientes com EP. As espécies de Candida foram as mais isoladas, porém também foi observada a presença... (AU)

Processo FAPESP: 10/00879-4 - Microrganismos oportunistas em lesões de estomatite protética e influência da terapia fotodinâmica nos fatores de virulência de Candida spp
Beneficiário:Cristiane Aparecida Pereira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado