Busca avançada
Ano de início
Entree


Medidas das distribuições das barreiras de fusão para os sistemas 16,18O + 58,60Ni

Texto completo
Autor(es):
Rone Flávio Simões
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física (IF/SBI)
Data de defesa:
Membros da banca:
Edilson Crema; Paulo Roberto Silveira Gomes; Alinka Lepine; Maria Carolina Nemes; Dirceu Pereira
Orientador: Edilson Crema
Resumo

Funções de excitação para o espalhamento quase-elástico foram medidas com alta precisão e em passos de energia de 500 keV para os sistemas 16,18O + 56,60Ni. Dessas funções de excitação foram extraídas as distribuições de barreiras de fusão. Cálculos de canais acolplados foram realizados com o objetivo de evidenciar os canais responsáveis pelas estruturas observadas nas distribuições. Foram usados dois códigos computacionais, o CCFULL e o FRESCO, e os resultados foram similares. Comparamos Dfus com Dqe fornecidas pelo programa FRESCO para todos os sistemas e verificamos que são praticamente idênticas, confirmando que a aproximação Dfus = Dqe deve ser válida para esta região de massa. O que podemos concluir com o CCFULL é que o stripping de alfa para o sistema 16O + 58Ni é o canal de transferência mais importante em energias acima da barreira. Embora o cálculo com o FRESCO tenha mostrado que a importância desse canal é pequena. Para o sistema 16O + 60Ni, o canal de acoplamento mais forte é o pickup de alfa. Para os dois outros sistemas, 18O + 58,60Ni, foi verificado que o canal de transferência stripping de um nêutron tem forte influência sobre a forma das distribuições da barreira. Além dos canais de transferência, em todos os sistemas verificamos que a excitação do alvo é um canal de reação importante nos acoplamentos que originam as distribuições de barreiras obtidas experimentalmente. (AU)